Se você se empolgou com a presença do eletrocardiograma no novo Apple Watch Series 4, esse post traz péssimas notícias.

Uma das características mais elogiadas no evento de ontem (12) realizado pela Apple chega ao mercado no final de 2018, mas é exclusiva para os Estados Unidos. A informação foi revelada no comunicado oficial de imprensa sobre o produto.

Quando chegar ao mercado, o relógio não contará com o recurso de eletrocardiograma. Ele estreia em um momento posterior, através de uma atualização de software. Porém, como informei antes, é um recurso exclusivo dos Estados Unidos.

É um enorme balde de água congelada na cabeça dos fãs da Apple do mundo todo, no melhor estilo Ice Bucket Challenge. Muito provavelmente o recurso não será internacional por questões legais envolvendo a área da medicina, além das permissões que a empresa precisaria obter de cada país para operar como dispositivo de análise médica com tal característica.

De qualquer forma, e apesar de tal dica ir conta o que teoricamente é o correto, acreditamos que, se o usuário mudar de região o relógio, o aplicativo deve aparecer, independente da região do planeta onde você se encontra.

Mas só poderemos confirmar isso mais adiante, quando o equipamento começar a chegar aos usuários.