TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Apple resolveu o problema do consumo exagerado de bateira do Always-On Display “copiando” o Android | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Dicas, Truques e Macetes | Apple resolveu o problema do consumo exagerado de bateira do Always-On Display “copiando” o Android

Apple resolveu o problema do consumo exagerado de bateira do Always-On Display “copiando” o Android

Compartilhe

O modo Always-On Display chegou ao iPhone 14 Pro e iPhone 14 Pro Max como uma “novidade”, mas só para o iOS mesmo. Os usuários do Android já contam com essa funcionalidade há muito tempo, e os fabricantes que abraçaram esse sistema operacional contam com uma experiência com ele que os engenheiros da Apple não possuem.

E essa inexperiência cobrou o seu preço. O Always-On Display estreou consumindo mais bateria do que o desejado nos modelos do iPhone 14 compatíveis com a funcionalidade. Mesmo sendo mais completo que o Android, o recurso entregava esse efeito colateral indigesto.

E qual foi a solução da Apple neste caso? Copiar o Android, é claro.

 

Um Always-On Display mais básico, no final das contas

O Always-On Display do iOS estreou não como a exibição das informações em uma tela preta, mas como uma atenuação completa da tela de bloqueio, repetindo as notificações, o fundo de tela e os widgets previamente configurados.

Na teoria, o recurso era interessante. Na prática, o consumo energético era enorme, já que tudo dependia do brilho de tela, luminosidade e outros fatores que faziam a bateria do iPhone simplesmente drenar.

A solução da Apple neste caso foi voltar ao básico. A terceira beta do iOS 16.2 inclui novas configurações para o modo Always-On Display, entregando a opção de eliminação do fundo de tela e das notificações nessas configurações.

Esses dois elementos são considerados essenciais para conter o consumo energético no iPhone 14 Pro e iPhone 14 Pro Max, que são os modelos onde o Always-On Display apresentam tais anormalidades. Na prática, o telefone vai ficar com a tela completamente em preto, exibindo apenas os ícones de horário e algumas notificações.

Essa simples alteração fará com que o consumo de bateria do dispositivo seja drasticamente menor, se beneficiando das características da tela OLED. E é exatamente isso o que os fabricantes Android oferecem nos dispositivos compatíveis com esse recurso, justamente pensando na eficiência energética dos telefones.

No final das contas, um Always-On Display com tela completa consumia muito mais energia do que o mesmo recurso com um número menor de informações em exibição, e isso chega a ser o óbvio para qualquer um que conhece como o recurso funciona. E a eficiência do Android prevaleceu, deixando de lado o diferencial estético que o iOS tentou oferecer.

 

Como ativar o novo modo Always-On Display no iPhone 14

Como informamos ao longo do texto, esse novo modo Always-On Display disponível para os novos iPhone 14 Pro e iPhone 14 Pro Max ainda está em testes, e desembarcou na terceira versão beta do iOS 16.2, que ainda vai chegar ao grande público.

De qualquer forma, o procedimento para acionar o novo Always-On Display já é de conhecimento público, e é bem simples para ser ativado. Basta seguir cinco passos para ativar essa configuração no seu dispositivo:

  1. Abra os Ajustes do seu iPhone 14 Pro ou iPhone 14 Pro Max.
  2. Entre na opção Tela e Brilho.
  3. Procure na tela até encontrar a opção Always-On Display, e marque esse item.
  4. Agora, ative o recurso de exibição da tela sempre ativa.
  5. Por fim, realize as personalizações do fundo de tela a seu gosto, selecionando os itens que serão exibidos (relógio, widgets, fundo de tela etc.).

Tão logo esse recurso esteja disponível para o seu iPhone, recomendamos que você adote essa configuração. Esse ajuste certamente fará uma enorme diferença no gerenciamento de bateria do seu telefone.


Compartilhe