Compartilhe

650_1000_apple_beats2_650

Muitos se perguntaram qual seria o sentido da compra da Beats por parte da Apple. Foram US$ 3 bilhões investidos na maior aquisição da história da Apple, e que até agora, não vemos frutos. Pois bem, o Financial Time informa que a Apple está preparando a integração do serviço Beats Music no iOS, o que impulsionaria o uso desse serviço diante de alternativas como o Spotify.

A Apple se recusou a comentar sobre o assunto, mas a medida já era esperada, sendo o movimento mais lógico para a empresa. Apesar do iTunes ser importante, adicionar um serviço de streaming de música seria a chave para oferecer uma alternativa aos interessantes serviços existentes.

Steve Jobs nunca foi muito a favor desses serviços, e afirmava que ‘as pessoas queriam ser donas de suas músicas’. Mas a nova tendência é clara e real, e os serviços de assinatura de música ganham usuários de forma sustentável. Além disso, o FT indica que o sensor Touch ID poderia atuar como uma forma de realizar os pagamentos nesse serviço de música.

Se tudo isso se confirmar, mostra o claro interesse da Apple no negócio liderado pelo Spotify. Talvez para a indústria fonográfica o formato não seja interessante, mas é um modelo que muitos tiram proveito, e de forma inteligente.

Serviços como Rdio ou Rhapsody são alternativas claras nos Estados Unidos, e mesmo com a saída de alguns artistas do Spotify (liderados por Taylor Swift), o que fica claro é que tal retirada não é a maior ameaça ao serviço.

A concorrência entre os serviços de streaming é a verdadeira ameaça. O YouTube lançou recentemente o Music Key, e a Apple pode ser poderosa com a integração do Beats Music no iOS.

Pode ser que a cota do iOS no mercado não seja tão significativa como a do Android, mas vários estudos mostram que os usuários de iPhones e iPads gastam mais dinheiro em aplicativos e serviços do que os usuários do Android. E se isso se repetir nesse hipotético serviço de streaming, Spotify e outros podem começar a se preocupar desde já.

Via CNET


Compartilhe