Press "Enter" to skip to content
Você está em | Home | Notícias | Apple Pay Later: compre agora, pague depois

Apple Pay Later: compre agora, pague depois

Compartilhe

O Apple Pay Later é uma nova opção do Apple Pay (ou do Apple Card) para financiar as suas compras. Em termos práticos, é um sistema de pagamento a prazo sem acréscimo, que pode fazer com que várias bandeiras de cartão de crédito fiquem um tanto quanto incomodadas.

A Apple está aos poucos realizando movimentos sustentáveis para o cenário financeiro, e não só porque é lá que o dinheiro está se movimentando, mas para cada vez menos depender das vendas do iPhone para gerar lucros.

Vamos então conhecer qual é a proposta do Apple Pay Later, e tentar descobrir se tem algum executivo da Visa tentando o suicídio neste momento.

 

 

 

Compre agora, pague depois

Essa é uma tendência de mercado que se diferencia das vendas no cartão de crédito, que cobra taxas abusivas e se torna obsoleto diante de toda a modernidade das plataformas digitais.

Alguns bancos digitais e plataformas de pagamento estão apostando nesse sistema do “compre agora, pague depois”, e a popularidade desse formato só aumenta lá fora. Recentemente, o PayPal lançou a sua alternativa com essa proposta (algo que ainda não chegou no Brasil), e será uma questão de tempo que outras empresas dentro do setor façam o mesmo.

A Apple entendeu essa tendência emergente, e decidiu entrar nesse jogo com o Apple Pay Later, se antecipando aos gigantes do setor.

Na prática, o serviço permite que qualquer pessoa que usa o Apple Pay como forma de pagamento possa decidir se quer pagar por um produto ou serviço (seja da Apple ou não) em até quatro parcelas mensais.

Segundo a Apple, o usuário não vai ter que pagar valores adicionais pelo parcelamento ou qualquer tipo de mensalidade e/ou comissão para usar o serviço, o que nos leva a crer que a gigante de Cupertino vai trabalhar diretamente com os estabelecimentos e parceiros para determinar uma taxa de cobrança ou faturamento para a manutenção do serviço (já que não existe almoço grátis neste mundo).

Então… o Apple Pay Later parecer ser algo realmente incrível, e que pode quebrar empresas como Visa e Mastercard, certo?

Tá… mas uma pergunta não foi respondida pela Apple…

 

 

 

E se a gente atrasar o pagamento da parcela? O que acontece?

Nas letras miúdas dos termos de serviço do Apple Pay Later, podemos ver que os tais “empréstimos” (pois é isso o que temos aqui) estão sujeitos à aprovação, e podem não estar disponíveis para todos. Também não foram explicados quais serão os critérios para ceder os créditos para os usuários.

Isso abre a brecha para problemas similares ao que ocorreram com o Apple Card se repetirem, como por exemplo diferentes linhas de crédito de acordo com o sexo do cliente. Mas eu espero que a Apple tenha resolvido essas anormalidades para o lançamento desse novo produto.

O Apple Pay Later estará disponível inicialmente para os Estados Unidos de forma exclusiva, e não há previsão para lançamento nos mercados internacionais. Mas digo desde já que, caso seja lançado no Brasil, o serviço será um sucesso. Afinal de contas, a grande maioria das pessoas que usam um iPhone hoje por aqui estão nadando no dinheiro.

Menos eu, é claro.


Compartilhe