iPhone X

A Apple demitiu o engenheiro que deixou o seu iPhone X ser utilizado por sua filha antes do lançamento. A jovem gravou um vídeo usando o smartphone e enviou para o YouTube.

Entre a inocência da jovem e a irresponsabilidade dela e do seu pai, temos a corrida (bem estúpida, por sinal) em enviar conteúdos para as redes sociais antes de todos para obter visibilidade.

O iPhone X é muito midiático, e o vídeo não demorou para viralizar. Foi gravado na cafeteria da sede central da Apple, e não mostra nada de novo sobre o dispositivo.

Porém, sua publicação antes de sua disponibilidade, os códigos QR reservados aos empregados da Apple que aparecem no vídeo, e os supostos nomes de código de produtos inéditos contidos dentro do aplicativo de Notas implicaram em uma violação das normas de confidencialidade. A Apple pediu ao engenheiro a eliminação do vídeo, algo que foi feito. Mesmo assim, a demissão aconteceu.

O pai alega que foi um erro inocente, e se responsabilizou pela violação de política da empresa, e insinua uma falta de tolerância por parte da Apple.

Mas este não é o primeiro caso dessa espécie. Um funcionário da Microsoft foi demitido depois que o seu filho publicou fotos do Xbox 360 antes do seu lançamento.

Inocência? Irresponsabilidade? Ou estupidez generalizada na busca de visitas e seguidores?

Você decide.

 

 

 

Via Mobile Headlines