Aplicativos para liberar RAM no Android… prestam? | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Aplicativos para liberar RAM no Android… prestam? | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Dicas, Truques e Macetes | Aplicativos para liberar RAM no Android… prestam?

Aplicativos para liberar RAM no Android… prestam?

Compartilhe

Os tais aplicativos de liberação de espaço de RAM nos smartphones acabam, na prática, fechando de forma forçada os apps que ocupam parte dessa memória que não é utilizado. E, diferente do prometido, isso mais atrapalha do que ajuda.

Se no Windows é melhor manter a RAM livre e sem programas não utilizados ocupando essa memória, no Android é exatamente o contrário: é melhor manter os apps usados recentemente no lugar de fechá-los. O motivo: quando mantemos esses apps na memória, eles são executados de forma muito mais rápida em caso de uma nova ativação por parte do usuário.

Nesse post, vamos deixar algumas coisas mais claras sobre o comportamento do Android e dos seus apps em relação à RAM, para que você possa mudar alguns hábitos que nunca foram tão positivos nesse sistema operacional.

 

 

 

O Android já controla o uso da RAM

 

 

A RAM é uma memória de armazenamento rápido para operar aqueles programas e ferramentas que estamos usando naquele momento. O fato do Android não deixar parte da RAM livre e sem uso tem como resultado uma maior velocidade e fluidez na hora de alternar entre os aplicativos.

Caso contrário, você teria que esperar cada aplicativo reiniciar a cada transição, aumentando o gasto de bateria e perdendo um tempo útil na execução daquele app. E esse é um ótimo argumento contra os aplicativos que prometem liberar RAM fechando ferramentas em segundo plano.

Além disso, o próprio Android está pronto para solucionar o problema de muitos apps abertos consumindo RAM em demasia. Ele determina quais são os apps menos usados, fechando os mesmos automaticamente. Ou seja, a mesma função que esses softwares “milagrosos”, mas se forma mais intuitiva e menos agressiva.

 

 

 

O que consegue os aplicativos para liberar RAM?

 

 

Quando usamos aplicativos externos, eles analisam a memória e localizam todos os programas que estão ativos em segundo plano, forçando o encerramento de todos eles, sem distinção. Sim, a RAM é liberada dessa forma, mas isso não melhora o desempenho do telefone.

Para começar, os próprios aplicativos que liberam RAM ocupam espaço por permanecerem sempre ativos e procurando apps para fechar. Também fecham de forma brusca ferramentas que precisam ficar em segundo plano e que, por causa disso, voltam a abrir por si poucos segundos depois, o que resulta em uma queda de autonomia de bateria que é inútil.

Por fim, tai softwares anulam uma característica que já está no Android, com uma eficiência muito maior. Reiniciar cada app resulta em perda de tempo, consumo de bateria e até a sensação de lentidão no smartphone.

 

 

 

Quando é necessário liberar a RAM no Android?

 

 

Você não precisa se preocupar com isso, pois o Android faz o trabalho sujo por nós. Só existe uma circunstância que pode precisar de sua intervenção: quando um aplicativo para de funcionar.

Se um app não responde como esperado, feche o aplicativo e volte a executá-lo. E para isso, você não precisa de aplicativos de terceiros. É só utilizar a função de multitarefa do Android, onde podemos ver todos os apps em execução na página inicial, o que permite o fechamento manual daqueles que não estão funcionando bem.

Outra alternativa é ir até os ajustes do smartphone, procurar a lista de aplicativos instalados e selecionar o item que força o seu encerramento naquele que está dando problemas. Em último caso, é melhor reiniciar o smartphone, pois assim você fecha todas as tarefas que estão abertas.

De qualquer forma, os apps que liberam RAM não são necessários. Até podem ajudar a analisar como o Android está usando essa memória, mas o seu uso só gera um aumento de consumo de bateria desnecessário.

Se o seu smartphone está muito lento ou a RAM se satura com facilidade, quem sabe não está na hora de comprar um smartphone com memória maior. Hoje, 4 GB de RAM são suficientes para o Android e os principais apps funcionarem bem. Já os gamers podem precisar de mais memória ou telefones mais premium.


Compartilhe