apagão

Pensa que é só na Campus Party Brasil que esse tipo de coisa acontece?

Um grande apagão aconteceu na CES 2018, mostrando que até mesmo a tecnologia mais avançada criada pelo ser humano não foi capaz de frear os fenômenos da natureza (nesse caso, uma forte chuva).

Talvez a falta de condições, previsão ou resposta de um Centro de Convenções que acredita estar preparado para efeitos meteorológicos ajudaram a contribuir para tal apagão.

No meio dos mais avançados computadores pessoais, inteligência artificial, drones, realidade virtual, condução autônoma e múltiplas mostras de alta tecnologia, uma queda de luz deixou às escuras por mais de duas horas o principal centro de exibição da maior feira mundial de tecnologia.

A CTA, organizadora do evento, pediu desculpas e paciência pelo apagão na CES, e sugeriu cuidado para a saída do recinto das 120 mil pessoas que estavam no local na hora do apagão.

Os organizadores ativaram os protocolos de segurança, reforçados depois do massacre produzido pelo francoatirador que tirou a vida de 88 pessoas em um concerto musical, a partir de um hotel na cidade.

 

 

Felizmente, o apagão aconteceu por uma falha em um dos transformadores que fornecem energia ao centro de convenções, provocado pelas chuvas em Las Vegas. Alguns stands de empresas importantes continuavam com energia porque “compraram um pacote de luz independente”.

Uma peculiaridade que mostra a fragilidade da tecnologia na feira mais avançada do setor, além da incontrolável mãe Terra quando decide mostrar sua fúria.

Ou seja, não é só no Brasil. Não é só na Campus Party Brasil.