Compartilhe

microcelulares

 

A Anatel determinou que está proibido os anúncios de vendas de microcelulares, e os sites que anunciam esse tipo de produto no Brasil devem retirar as publicações de forma imediata, sob pena de multa.

O motivo para a proibição das vendas é técnico, já que esses telefones de 6 cm e feitos completamente de plástico não são homologados pela Anatel, e os modelos vendidos no país contam com selo de homologação falsos ou irregulares.

A Anatel moveu a ação motivada por reportagens que mostram como esses microcelulares são utilizados em presídios. De fato, a imprensa registra a prática desde 2015, mas só agora a Agência Nacional de Telecomunicações decidiu tomar uma atitude.

Diversos foram os casos relatados de companheiras de detentos levando esse tipo de celular para os presos nas partes íntimas. Esses celulares são utilizados pelos detentos para comandar ações criminosas direto da cadeia. Não existe uma política definida para instalar bloqueadores de celulares nos presídios, algo que exigiria um grande investimento, sem falar na resolução do problema da interferência do sinal dos usuários que moram próximos aos centros de detenção.

Há relatos que, em alguns casos pontuais, o sinal de celular funciona melhor dentro do presídio do que fora. E essa não é uma lenda urbana.

 

Via Agência Brasil, Tecnoblog


Compartilhe