Compartilhe

O Google Stadia mal chegou ao mundo, e já ouve tambores de guerra vindos da concorrência. E não são dos lados da Microsoft, que já confirmou o lançamento do Project xCloud para 2020. Um novo protagonista etá aparecendo na batalha dos videogames por streaming: a Amazon.

Tudo mais do que normal. São os três gigantes da computação na nuvem, ou seja, estão lutando em um terreno que conhecem muito bem, e até fazendo dos jogos por streaming uma forma de promover a competência de suas plataformas na nuvem.

Nada é por acaso nesse mundo: o Google Cloud é a base do funcionamento do Stadia, da mesma forma que o Azure e o Amazon Web Services serão, respectivamente, do Project xCloud e da futura plataforma de games por streaming da Amazon que ainda não tem nome definido.

Assim, os líderes do mercado cloud deixam de se limitar a oferecer suporte para iniciativas de terceiros (Epic Games depende da Amazon, e a Sony depende da Microsoft), apostando nessa estrutura para obter a sua fatia do bolo.

 

 

Amazon Prime Games a caminho?

 

 

Em janeiro de 2019, a Amazon já mencionava sobre esse projeto, mas não revelou dados sobre sua data de lançamento comercial. Porém, desde 2014 a empresa de Jeff Bezos faz experimentos com esse tipo de tecnologia, inclusive liberando a demo de um jogo para o seu tablet Amazon Fire, que era executado na nuvem e enviado ao usuário apenas um streaming de vídeo.

Porém, cinco anos depois, a tecnologia de cloud gaming está relativamente madura para ir além de simples demonstrações. E a empresa tem recursos e serviços complementários que podem tornar a sua proposta de games via streaming algo ainda mais atraente.

Por exemplo, a Amazon tem nas mãos o Twitch, plataforma de live streaming muito popular entre os gamers que querem transmitir e comentar as suas partidas. Ela se integraria de alguma forma com a nova plataforma, algo que é mais plausível e factível, justamente por causa de sua popularidade com o público alvo do futuro novo serviço.

 

 

Além disso, a Amazon está contratando vários perfis profissionais para a sua divisão do AWS, que vão trabalhar nesse projeto. No Amazon Jobs, existe uma vaga para o posto de Principal Product Leader, vinculado a “uma nova iniciativa de jogos do AWS”. Na descrição da vaga é mencionada uma visão da empresa de um futuro onde todos somos jogadores “e cada jogador pode criar, competir, colaborar e conectar-se com outras pessoas em massa”.

Por fim, não podemos nos esquecer que a Amazon também é “apenas” a maior loja online do mundo, gerando apenas nos Estados Unidos mais de US$ 100 bilhões em receitas e que, obviamente, vende videogames. Ou seja, a empresa tem todos os elementos na mão: usuários, infraestrutura e jogos.

Conhecendo a forma que a Amazon trabalha, não deve demorar muito para que mais detalhes sobre esse serviço de streaming se tornem públicos através de um comunicado da própria empresa. Um Amazon Prime Games a caminho? Depois do Prime Video, Prime Music e outros, é bem lógico que o nome seja esse. Mas ainda temos que esperar algum tempo para saber tudo sobre o futuro combo entre Amazon e Twitch que deve chegar ao mercado de jogos.

 

Via CNET


Compartilhe