Compartilhe

O Amazfit GTS é um dos smartwatches mais procurados da atualidade. Tem cara de Apple Watch, possui funcionalidades de notificações e monitorização esportiva e sua autonomia de bateria é excelente, graças ao seu sistema operacional que consome baixos recursos.

Porém, é preciso aplicar uma configuração para otimizar dispositivo e evitar um consumo de bateria em demasia. Nesse post, mostramos como configurar o Amazfit GTS para economizar o máximo de bateria sem precisar renunciar aos seus melhores recursos.

 

 

Economize bateria no Amazfit GTS

Em Configurações, vá em “auto-desligar”, que está configurado como padrão em 6 segundos. Se você reduzir esse tempo para 5 segundos, consegue economizar bateria, especialmente para quem desbloqueia muito a tela do relógio.

Sobre o brilho manual, é mais recomendável deixá-lo ativo para uma maior comodidade. Mas se você não sai muito de casa ou escritório, pode deixar esse brilho abaixo da metade. O Amazfit GTS possui uma tela muito brilhante, o que dispensa essa mudança de brilho para quem fica muito tempo em ambientes internos.

Por fim, o Amazfit GTS possui uma tela AMOLED, ou seja, quanto mais conteúdo negro na watchface, mais pixels negros ficarão desligados, o que resulta em um menor consumo de bateria. Assim, escolhe uma watchface que entrega uma maior área negra.

 

 

 

Economia de bateria a partir do aplicativo da Amazfit

O objetivo aqui é manter ativas as funções do relógio, sem capar tais recursos para economizar bateria. De forma específica, esses são todos os alertas que podem ser configurados no relógio.

Chamadas recebidas
Lembrete de evento
Alarme do relógio
Alertas de aplicação
Alertas de inatividade
SMS recebido
E-mail recebido
Confirmações de destino

 

Comece pelos alertas de aplicativos. Configure apenas aqueles dos quias você quer ser notificado, pois cada um deles é uma ativação do relógio (e uma distração para o usuário). Notificações de jogos, mensagens de apps pouco utilizados e outros podem ser desativas nesse item.

Depois, os alertas de inatividade, que são bons para a sua saúde, mas pouco práticos em alguns casos. Para quem trabalha sentado por muitas horas e não pode levantar de tempos tem tempos, não faz sentido ter o relógio enviar notificações a cada hora. Desative esse recurso para economizar bateria no relógio.

Por outro lado, vários outros ajustes do relógio podem ser configurados. A seguir, a lista das recomendações de configuração:

– Compartilhar atividade de ritmo cardíaco: desativado.
– Levantar o pulso para ver informações: programado entre 7 e 23 horas.
– Detecção do ritmo cardíaco: frequência de detecção a cada 30 minutos.

 

Com essas configurações, o Amazfit GTS vai gastar pouca bateria, e suas funcionalidades mais importantes permanecem ativas.


Compartilhe