Um estudo detectou que vários fabricantes de smartphones Android se limitam a entregar updates de segurança com datas recentes, mas sem realizar a atualização na prática.

Poucos são os fabricantes que estão mantendo uma política de atualizações regulares. Mas esse cenário é ainda mais constrangedor, pois são updates que não valem de nada.

O estudo durou dois anos, e revelou que muitos fabricantes só estão atualizando as datas referentes aos updates mensais da Google, sem implementar as correções sugeridas. De acordo com esse estudo, fabricantes como Samsung, Motorola e Sony estão envolvidas nessa prática.

 

 

Ou seja, para os fabricantes é mais fácil atualizar as datas dos updates do que entregar as correções, aumentando a má fama do Android, que agora é conhecido como o ‘sistema das pseudo-atualizações’.

Em alguns casos, o cenário é parcialmente justificável, já que entre tantos updates, apenas um ou dois itens ficam de fora. Em outros casos, não há desculpas: alguns fabricantes mudam a data sem aplicar as correções do pacote mensal.

 

 

Se você quer verificar se o fabricante do seu dispositivo está fazendo isso, o aplicativo SnoopSnitch tem um modo que verifica se o software ativo no seu dispositivo tem realmente todas as correções que deveria ter.

 

Via Wired