Compartilhe

A Acer levou para a CES 2019 um notebook gaming que não deixa ninguém indiferente a ele. O Acer Predator Triton 900 é um portátil com tela conversível com 17 polegadas e gráficos NVIDIA RTX 2080, que entrega potência e versatilidade no uso.

Os seus componentes internos são de primeira categoria, e são apoiados por um novo sistema de refrigeração com um design agressivo e moderno, que reinventa a roda dos notebooks para games.

O Acer Predator Triton 900 conta com o sistema Ezel Aero Hinge, que permite estender, dar voltas e reclinar a tela do portátil. Tela essa que é touch, possui resolução 4K e conta com tecnologia NVIDIA G-Sync. Tamanha versatilidade resulta em quatro modos de uso (tela, Ezel, normal e stand).

Também chama a atenção o design do teclado e do trackpad, muito diferente do habitual. O trackpad fica à direita do teclado, com uma posição mais natural na hora de jogar. Além disso, é bem fino (23,75 mm), e pode ser transformado em teclado numérico.

No seu interior, o Acer Predator Triton 900 conta com o processador Intel Core i7 de oitava geração com até sei núcleos, até 32 GB de RAM e armazenamento SSD NVMe PCIe RAID 0.

 

 

Mas o que mais chama a atenção no conjunto é a presença dos gráficos NVIDIA GeForce RTX 2080, a mais potente do mercado (e, a essa altura do campeonato, já despontando como a grande estrela da CES 2019 nesse aspecto).

Completam o pacote de especificações técnicas um receptor sem fio para o Xbox e áudio Waves Maxx. O conjunto oferece uma grande qualidade de som, com tecnologias de monitoramento dos movimentos da cabeça para uma experiência de áudio em 3D mais realista.

O Acer Predator Triton 900 tem previsão de lançamento na Europa para o mês de março de 2019, com preço inicial sugerido de 4.200 euros. Nenhuma previsão de lançamento para o Brasil, mas se vier, bem sabemos como ele vai custar caro.

 


Compartilhe