Compartilhe

Uma das minhas missões como produtor de conteúdo pelo TargetHD.net é esclarecer as coisas. Além de informar, ajudar (em alguns casos), instruir e oferecer uma opinião com o mínimo de qualidade, é importante também deixar claro como as coisas acontecem no mundo da tecnologia, pois vivemos em um momento onde a desinformação se tornou uma arma poderosa e muito destrutiva.

A internet é um lugar muito peculiar. A mesma rede mundial de computadores que aproximou as pessoas de todas as partes do mundo hoje é mais utilizada através de smartphones, e tem nas redes sociais uma arena que pode dividir povos e separar pessoas que até pensavam de forma semelhante, mas que acabam pegando caminhos diferentes em alguns casos por causa da desinformação.

A distorção de notícias apenas para que um perfil ou site se torne viral se tornou uma regra para muitas pessoas, e em muitos casos fica um tanto quando complicado verificar a veracidade de algo que corre como pólvora nas redes sociais.

Como é o caso do Twitter Premium.

 

 

 

O que tem de verdade no Twitter Premium?

 

 

Nos últimos dias, o próprio Twitter foi inundado de publicações com conteúdos supostamente restritos. Isso fez com que toneladas de comentários aparecessem rapidamente, com muitos usuários destacando os benefícios do suposto Twitter Premium. E nem é preciso dizer que isso gerou uma enorme confusão com muitos usuários da rede social.

Você já pode imaginar a essa altura do campeonato o que esse movimento pode significar. E uma das coisas mais corriqueiras que podemos encontrar nas redes sociais são usuários realizando movimentos para levantar o hype em uma rede social, apenas com o objetivo de virar um viral e entrar em evidência de alguma forma.

Agora, imagine quando esse rumor aparece no meio de um cenário onde o próprio Twitter está sendo duramente criticado pelo recente ataque hacker que sofreu, com contas de grandes celebridades comprometidas pela ação.

Logo, encontrar esse tipo de publicações, dentro desse contexto, foi algo ainda mais desconcertante para a rede social.

Pois bem… chegou a hora de esclarecer as coisas.

A boa notícia é que, felizmente, na realidade, tudo não passou de uma brincadeira organizada por alguns internautas. E, nesse momento, não existe um Twitter Premium. Logo, não há motivos para preocupação…

…por enquanto!

 

 

 

É claro que tem uma má notícia

 

 

Nunca devemos entender que a brincadeira do Twitter Premium nasceu a troco de nada, especialmente diante de tudo o que estamos lendo sobre o Twitter nas últimas semanas. É preciso lembrar que pouco antes de sofrer o tal ataque hacker, Jack Dorsey (CEO do Twitter) teve uma reunião com investidores da plataforma, onde revelou que a empresa estava avaliando a possibilidade de adotar um novo modelo de assinaturas na rede social para gerar mais receitas.

Ainda não está claro como que o Twitter pretende cobrar uma assinatura dos usuários que estão dispostos a investir nisso, nem mesmo detalha quais são os benefícios que essa assinatura pode receber. Pode até ser que seja em um sistema de assinatura como faz hoje a Netflix, ou em um modo que oferece alguns recursos exclusivos que não estarão presentes nas contas gratuitas.

De qualquer forma, se isso acontecer tal e como estimado por Jack Dorsey, pelo menos tecnicamente o Twitter Premium existe, mesmo que internamente. O recurso entraria em testes ainda em 2020, de modo que ele seria revisado para um eventual lançamento em 2021.

Logo, é melhor ir se preparando para eventualmente colocar a mão no bolso no futuro.


Compartilhe