TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia A TV paga não está morrendo. Está se reinventando | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Tecnologia | A TV paga não está morrendo. Está se reinventando

A TV paga não está morrendo. Está se reinventando

Compartilhe

As coisas mudam nesse mundo, e mudam o tempo todo. Nesse momento, estamos tentando nos acostumar com o ‘novo normal’, onde todo um cenário inesperado resultou na transformação do nosso dia a dia em vários aspectos, inclusive no consumo de conteúdo televisivo.

Ao mesmo tempo que muitos usuários decidiram voltar para a TV paga para obter mais informação e entretenimento durante o período de isolamento social (e os números registrados pelas principais empresas do setor – como SKY, Vivo, Claro net e Oi – comprovam isso), outro grande grupo de usuários optou por acompanhar os canais pagos pela internet, por conta da flexibilidade e versatilidade dessa nova tecnologia.

Por conta disso, muitos especialistas afirmam que o termo “TV paga” deve desaparecer em um futuro a médio prazo. Mas não o formato do serviço, que deve se adaptar aos novos tempos.

 

 

 

Uma mudança de formato para acompanhar os novos tempos

 

 

O atual modelo de negócio da TV por assinatura perdurou no mercado por muito tempo, e não podemos negar que todos nós consideramos essa forma de assistir TV a mais cômoda e diversificada. Porém, é inegável que a internet veio com tudo, e ofereceu uma forma mais versátil para o consumo de conteúdo: o streaming.

E no lugar de enfrentar as novas tecnologias, tanto as operadoras quanto as distribuidoras de conteúdo responsáveis pelos canais pagos estão se adaptando ao ‘novo normal’ dentro desse segmento. O streaming, que antes era visto como o grande inimigo do serviço de TV por assinatura, é encarado hoje como uma solução viável para manter os seus clientes na base de assinantes.

Hoje, as principais operadoras de TV por assinatura do país oferecem uma plataforma de streaming dos canais disponíveis no pacote do assinante, entregando assim mais uma via de consumo de conteúdo pago pelo cliente. As operadoras entenderam que, em um mundo conectado e mobile, qualquer pessoa pode querer assistir a um filme, série de TV ou evento esportivo em qualquer lugar.

Todo mundo tem um smartphone, tablet ou notebook em casa (alguns de nós contam com os três), e uma das grandes vantagens do streaming é justamente permitir o consumo de conteúdo em qualquer lugar. Quantos de nós não viajamos assistindo um filme ou série no celular? Então, assistir TV era, de forma natural, o próximo passo nesse ‘novo normal’.

Por isso, podemos ver como uma evolução essa nova fase da TV por assinatura. Hoje, constatamos que não assistimos TV apenas na TV, e as gigantes do setor de TV paga entenderam isso. No futuro, o termo “TV paga” não deve existir, mas não porque a TV morreu, mas porque ela se reinventou.

Vamos esperar para ver no que a TV paga vai se transformar. Fato é que o período de transição começou, e entrou em um caminho sem volta.


Compartilhe