A Samsung apresentou uma das suas primeiras telas OLED flexíveis que foi certificada como sendo inquebrável por um laboratório de testes.

Embora a Samsung não revele se essa tela estará no seu smartphone dobrável (lembrando que há uma diferença entre telas ‘flexíveis’ e ‘dobráveis’ nesse caso), mas a certificação da UL (Underwriters Laboratories) é um feito importante, comprovando os avanços na parte de resistência e flexibilidade das telas OLED.

Essa tela deixa de lado a película de vidro por um plástico, e foi capaz de superar os testes de resistência em nível militar, com 26 quedas sequenciais de uma altura de 1.2 metros, seguidos por testes de resistência a altas e baixas temperaturas.

 

 

A tela da Samsung continuou a funcionar sem apresentar danos na superfície ou partes laterais. A tela ainda passou por quedas de 1.8 metros, e seguiu funcionando sem problemas e/ou danos visíveis.

Trocar o vidro por plástico não é uma novidade. A Motorola fez exatamente isso em alguns dos seus smartphones que também foram anunciados como inquebráveis.

O mais interessante aqui é se a vantagem não é obtida às custas da resistência contra os riscos em um uso normal, algo complicado nesse momento: ou você tem uma tela resistente aos riscos mas sujeita a se quebrar em caso de queda, ou um telefone resistente a quedas, mas que fica riscada no final de alguns dias de uso.

 

 

 

Via Samsung