A linguagem corporal que entrega os mentirosos | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia
A linguagem corporal que entrega os mentirosos | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Tecnologia | A linguagem corporal que entrega os mentirosos

A linguagem corporal que entrega os mentirosos

Compartilhe

Diz aí: você mente?

É claro que sim.

Todo mundo mente. Eu, você, o Ronaldinho Gaúcho. Até o presidente mente. Todos nós mentimos nessa vida, em maior ou menor grau. Só não deixe que percebam que você está mentindo, pois isso fatalmente vai resultar em grandes problemas.

É possível detectar se uma pessoa está mentindo através da observação de alguns padrões de comportamento do corpo. Por exemplo, se você está conversando com alguém e percebe que ela está reproduzindo os mesmos gestos que você, isso pode ser um sinal claro que aquela pessoa está mentindo.

Um estudo realizado pela pesquisadora Sophie van der Zee, da Universidade Erasmus de Rotterdam (Holanda) descobriu que os mentirosos imitam a linguagem corporal da pessoa para quem está contando a mentira, de forma totalmente involuntária. Tal descoberta pode ser uma revolução em diferentes campos.

 

 

 

Quem mente muda o seu comportamento corporal

 

Todo mundo sabe que os mentirosos não demonstram um comportamento natural quando estão contando uma mentira. Ou melhor, quase todo mundo. A questão da cópia do comportamento acontece porque os mentirosos pensam que, se copiam o comportamento daqueles que dizem a verdade, a mentira pode passar desapercebida.

Porém, os mentirosos fazem isso sem perceber que estão copiando o comportamento corporal da outra pessoa, deixando uma pista relativamente evidente para detectar mentiras.

Nos testes, 50 estudantes universitários tiveram que resolver um quebra-cabeças de madeira teoricamente simples em cinco minutos. Na prática, o exercício era difícil o suficiente para não ser resolvido no tempo disponível.

As soluções eram acessíveis, mas os participantes foram informados que haviam algumas pegadinhas na solução. Depois, o responsável pelo estudo solicitou que não revelassem ao seu supervisor que as soluções estavam “acidentalmente” disponíveis na sala do teste, por temerem consequências profissionais graves pela falha.

Cada estudante teve que contar para o outro o que aconteceu no desafio, e muitos se viram obrigados a mentir. Então, os registros em vídeo mostram os movimentos de cabeça, peito e pulso monitorados por um acelerômetro, que revelou o seguinte:

 

  • Quando o estudante dizia a verdade, os movimentos do seu corpo eram diferentes daqueles realizados pela pessoa que fazia as perguntas para ele.
  • Quando o estudante estava mentindo, seus movimentos se alinhavam ao do entrevistador nos momentos em que a mentira era contada.

 

 

 

Mentir requer muita concentração

 

O estudo conclui que o ato de mentir requer muita concentração, e a cópia dos movimentos de forma inconsciente requer uma menor atenção que a necessidade de pensar no que vai falar. Na prática, não é algo tão fácil de ser detectado a olho nu, mas os acelerômetros registraram a cópia de movimentos.

Essa descoberta pode aprofundar estudos sobre o comportamento humano e a sua saúde mental (para ler mais sobre esses temas, clique aqui). Os resultados ainda não conseguem determinar quais das duas pessoas estão mentindo, mas é uma descoberta interessante em termos de teoria de psicologia social.

É apenas o começo para algo prático que podemos ter no futuro, onde com certeza será possível realizar testes de detecção de mentiras confiáveis.

 

 

Via Royal Society


Compartilhe
TargetHD.net