TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia A importância da educação superior para o desenvolvimento tecnológico | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Variedades | A importância da educação superior para o desenvolvimento tecnológico

A importância da educação superior para o desenvolvimento tecnológico

Compartilhe

Fonte: Unsplash

Hoje a criançada já nasce codando, mas será que isso elimina a necessidade de um ensino superior? Por mais que novas profissões estejam surgindo na área de tecnologia, exigindo mais a prática e conhecimentos específicos, ainda há muito espaço para os mais diversos tipos de graduações. 

 

Hoje, tudo está interligado e até mesmo na faculdade, procura-se usar um modelo de projeto integrador pronto, a fim de ligar as diversas áreas do conhecimento. Fazer um projeto integrador é um dos exemplos de como o desenvolvimento de um bom plano de ação, mesmo que para montar um dos tipos de plano integrador acadêmico na faculdade, podem dar a estrutura necessária para elaborar projetos maiores em tecnologia no futuro.

Existem muitos exemplos e temas para projeto integrador, que podem te ajudar a ter ideias interessantes para desenvolver seus próprios projetos em tecnologia. Você vai aprender a criar e colocar sua ideia no papel, da introdução à conclusão, melhorando assim a sua capacidade de inovar – e esse é o ponto chave. 

 

Como a inovação tecnológica se relaciona com o ensino formal

Na faculdade, você desenvolve várias habilidades distintas, desde como escrever um bom texto, seja ele científico ou não, até as mais diversas teorias e práticas. Da mesma forma, está em um ambiente que propicia essa troca entre as pessoas, com o incremento em ideias e projetos, que muitas vezes extrapolam as paredes da instituição de ensino e ganham o mundo, como foi o Facebook.

Estar em uma faculdade ou universidade, te coloca em contato com diversos projetos e iniciativas, que fomentam a criatividade e prática das atividades na sua área. Dessa forma, fica mais fácil conseguir desenvolver essa visão mais tangível de projetos que, se ficassem apenas na teoria, não te trariam a mesma percepção.

Outro ponto a se levar em consideração é a troca de conhecimentos entre as diversas partes envolvidas, tanto em projetos quanto na própria sala de aula. As vezes, é de uma conversa regada a muito café, que nascem grandes ideias. Claro que existem muitas outras razões para que o meio universitário seja considerado como propício à inovação tecnológica, mas essas já se mostram bem interessantes, não é?

 

Mas e o conhecimento adquirido de outras fontes?

A inovação é proveniente da união e extrapolação de várias fontes, dessa forma, quanto mais conhecimento, melhor. Absolutamente nada impede que pessoas que estudam, por exemplo, somente em cursos online, possam se desenvolver e criar tanto ou mais do que aquelas que cursam o ensino superior. Afinal, é muito mais uma questão de estrutura, mas sim da união de vários elementos que levam ao novo.

Networking também não é problema para quem quer inovar, estando fora da faculdade, se souber como fazer isso. Existem diversos fóruns ou o próprio LinkedIn, para poder fazer conexões, trocar ideias e chegar a resultados ainda melhores. Porém, nesse caso, não há o apoio de instituições como forma de apoio, mas sim muita força de vontade de todos os envolvidos, em fazer o projeto acontecer.

Ou seja, a inovação vem do conhecimento e da habilidade de conectar ideias e pessoas, porém, ter uma base para poder desenvolver seus projetos, certamente fazem toda a diferença, facilitando esse processo de inovação e desenvolvimento tecnológico. O que você acha? Na sua opinião, a faculdade faz mesmo diferença?


Compartilhe