A evolução das linguagens de programação entre 1965 e 2019 | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia A evolução das linguagens de programação entre 1965 e 2019 | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Software | A evolução das linguagens de programação entre 1965 e 2019

A evolução das linguagens de programação entre 1965 e 2019

Compartilhe

Uma animação assinada pelo Data Is Beautiful mostra a evolução das linguagens de programação mais populares, desde os anos 60 até o momento atual. É uma forma bem curiosa para explorar a história da programação e dos programadores.

 

 

Uma surpreendente evolução

O vídeo mostra qual era a linguagem de programação mais popular em cada época, e como essas linguagens foram evoluindo ao longo do tempo. Os dados compilados no vídeo podem não refletir a realidade global, mas com certeza o cenário norte-americano é representado no vídeo. E, mesmo assim, tais dados podem ser bem semelhantes em várias regiões do planeta.

Foram compilados dados de enquetes, repositórios do GitHub e profissionais que trabalham com certas linguagens como aqueles que estão aprendendo a programar com essas linguagens em estágios iniciais ou avançados.

O resultado final é bem chamativo, mostrando uma boa perspectiva dessa evolução das linguagens de programação entre 1965 e 2019. Assim, podemos ver como linguagens como Fortran, Pascal ou C (com presença no BASIC) foram substituídas por linguagens cada vez mais modernas, como a C++.

 

 

Ser a mais popular não significa render mais dinheiro

 

 

No começo dos anos 90, o Fortran e o Pascal renasceram e voltaram a ser surpreendentemente populares, mesmo quando a C++ e a C dominavam o cenário. No meio dessa década, o JavaScript e o Java cresceram rapidamente, ao lado de linguagens mais jovens como Perl, PHP ou Visual Basic.

Nos anos 2000, o C começou a perder protagonismo para algumas das alternativas já citadas ou outras mais novas, como C#, Python ou Objetive C. Esta última cresceu com o auge do iOS, e se consolidou com a popularidade absoluta do Java, JavaScript e Python (esta última crescendo no âmbito da IA), enquanto que as demais alternativas lutando para manter a sua relevância.

Tal popularidade é apenas uma métrica a mais para contemplar o segmento das linguagens de programação. Os mais populares não são necessariamente aquelas que os programadores mais gostam de trabalhar, ou a que mais dão dinheiro aos programadores.

Os mais veteranos na programação são fiéis ao Fortran e Cobol, e grandes empresas seguem com sistemas quase insubstituíveis e baseados nessas linguagens. Sem falar nas plataformas de nicho, como Scala, R, Clojure ou Rust, que geram muito interesse na comunidade de desenvolvedores.

 


Compartilhe