Compartilhe

5G é o termo do momento. Ou pelo menos um deles. Boa parte das marcas já apresentaram smartphones com 5G, mas poucos modelos estão no mercado. Esse é o futuro da telefonia móvel, mas… o que é exatamente o 5G e quais são as vantagens em relação ao 4G? E quando vai chegar por aqui?

Nesse post, as respostas (ou aquilo que conseguimos responder nesse momento).

 

 

O que é o 5G?

 

É o acrônimo que define a quinta geração da tecnologia adotada na comunicação entre dispositivos móveis (não necessariamente telefones). É um salto de geração em termos de velocidade, latência e consumo da rede em relação a atual 4G.

O 5G pode oferecer velocidade máxima de 10 Gbps (ou 1.250 MB/s), latência de comunicação de 4 ms, redução de consumo de energia de até 90%, conexão em até 100 dispositivos por vez, disponibilidade e cobertura de rede próximas aos 100%.

Além disso, o 5G vai permitir descongestionar as atuais redes 4G, que devem ter um melhor desempenho e maior vida útil, o que vai acabar beneficiando até aqueles que não vão migrar para a nova tecnologia tão cedo.

 

 

Quando o 5G vai chegar ao Brasil?

 

Resposta? Não sei. Só sei que vai demorar.

As operadoras não estão com essa pressa toda para implementar o 5G no Brasil por causa dos custos envolvidos na infraestrutura de rede. Porém, pelo menos uma operadora já saiu na frente por aqui: a TIM iniciou em Florianópolis (SC) os primeiros testes de sua rede 5G, mas nesse primeiro momento mais voltado para a Internet das Coisas. Em um segundo momento, essa rede será liberado para os dispositivos móveis.

 

 

Como traduzir as frequências em velocidades reais?

 

Na teoria, é o seguinte:

Frequência de 700 MHz: 100 Mbps de download (12,5 MB/s)
Frequência de 3,4 e 3,8 GHz: 3 Gbps de download (375 MB/s)
Frequência de 26 GHz: 10 Gbps de download (1.250 MB/s)

 

De novo. Na teoria.

As velocidades podem variar, dependendo de vários fatores como a quantidade de dispositivos conectados ou a localização do nó de conexão.

 

 

Vou precisar de um smartphone 5G para me conectar a uma rede 5G?

 

Não. Vários gadgets 4G atuais serão compatíveis com as redes 5G. O transformador da rede 5G vai compilar as informações e entregar os dados para o smartphone através da rede WiFi, com velocidades maiores que as suportadas pelo modem 4G do smartphone. Ou seja, é vantagem de qualquer forma.

 

 

Usos do 5G na indústria

 

 

O 5G não tem uso exclusivo para a telefonia móvel. As empresas estão apostando em um novo impulso para tudo o que está relacionado com o universo da Realidade Aumentada e a Realidade Virtual ao contar com uma largura de banda de rede muito maior.

Enquanto isso, as empresas de comunicação estão colocando esforços para liberar a conexão WiFi. O uso do 5G não só nos livra das conexões por cabos de vez, mas reduz os custos de instalação da internet doméstica. E isso é algo muito importante nos países em desenvolvimento.

Por fim, mas não menos importante, o 5G vai ajudar a popularizar o conceito da Internet das Coisas e cidades inteligentes. Com a baixa latência e o consumo da rede, podemos implementar modems 5G em qualquer dispositivo que permitir isso, explorando outros âmbitos como a agricultura inteligente, com técnicas que podem melhorar a produtividade através de máquinas, drones e robôs interconectados.


Compartilhe