5G é a culpada pela pandemia?

Compartilhe

Não consigo entender qual é o temor das pessoas com o 5G. Ou melhor, de algumas pessoas que, na grande maioria dos casos, não entendem absolutamente nada sobre tecnologia, e acabam disseminando grandes bobagens para a população, contaminando a opinião de várias outras pessoas que são leigas no assunto.

Não é de hoje que alguns grupos com linhas de pensamento “alternativas” (vamos definir dessa forma) que tentam barrar a implementação da tecnologia 5G, que nada mais é do que a evolução natural do 4G nas redes de telecomunicações. Não precisa ser um especialista para concluir isso: basta estudar de forma breve o assunto, e rapidamente é possível concluir que tal tecnologia traz mais benefícios do que prejuízos ao ser humano.

Porém, algumas pessoas insistem em acreditar que o 5G pode ser uma ameaça ao ser humano e ao ecossistema do planeta, a ponto de propagarem teorias (nem dá pra chamar de notícias) sem qualquer tipo de base científica que divulgam a falsa ideia que essa tecnologia de rede estaria matando animais ao redor do mundo e que, por conta disso, seria uma ameaça para os humanos.

O assunto chegou ao ponto de convencer um deputado estadual de Santa Catarina a iniciar um projeto de lei para suspender os testes com o 5G que são realizados em Florianópolis, solicitando o banimento desse tipo de rede por aqui. O projeto, que era baseado em uma fake news, foi obviamente arquivado, uma vez que não tinha qualquer base argumentativa válida para seguir adiante.

Pois bem, com a pandemia atual, a rejeição ao 5G voltou com força, e de uma forma inusitada: alguém conseguiu fazer a associação direta dessa nova tecnologia de transmissão de dados com a maior pandemia que a humanidade testemunhou nos últimos 100 anos.

 

 

 

Estão queimando torres de 5G por causa da pandemia

 

 

A teoria da conspiração da vez relaciona a atual pandemia do COVID-19 com o 5G, e está gerando um alarmismo desnecessário e sem muito fundamento científico. E o resultado disso é uma onda de destruição do Reino Unido, onde alguns usuários do país se uniram para queimar as antenas de conectividade das redes de quinta geração, já que esse grupo acredita que essa tecnologia é a responsável pela pandemia.

As quatro principais operadoras do Reino Unido já pediram encarecidamente aos seus usuários que parem de queimar os equipamentos. A Vodafone já perdeu quatro antenas 5G em apenas 24 horas. A EE, que ainda não oferece os serviços de 5G no paós, também perdeu parte de sua infraestrutura por conta dos ataques dos vândalos.

A teoria acabou ganhando força depois que uma série de vídeos na internet divulgou aos quatro ventos a informação que, repito, é falsa. Não possui qualquer base científica para confirmar tal teoria, e o compartilhamento dessas notícias falsas (algo que até famosos fizeram no país) ajudaram a reforçar essa teoria da conspiração.

Porém, o que antes era apenas um monte de informações infundadas e sem sentido se tornou uma situação perigosa, pois até os funcionários das operadoras estão recebendo ameaças nas ruas pelos idiotas que acreditaram no boato.

As autoridades britânicas condenam tais práticas de destruição das redes 5G, assim como a disseminação das fake news. E é claro que é possível entender o pânico da população do Reino Unido, que tem que encarar uma situação onde já vitimaram mais de 4.000 pessoas por causa da pandemia. Mas nada disso justifica o vandalismo e a depredação de propriedade particular.

E… quanto aos brasileiros…. por favor, fiquem em casa, e procurem se informar através de fontes sérias, válidas e confiáveis.

 

 

Via The Verge


Compartilhe