TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia 5 coisas que você deve saber sobre os arquivos de imagem PNG | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Dicas, Truques e Macetes | 5 coisas que você deve saber sobre os arquivos de imagem PNG

5 coisas que você deve saber sobre os arquivos de imagem PNG

Compartilhe

O PNG (Portable Network Graphics) é o formato preferido dos internautas na hora de salvar imagens no computador, tablet ou smartphone. É claro que existem outros tipos de formatos de imagem com características distintas e vantagens específicas, mas nenhum entrega uma relação custo-benefício tão vantajosa como esse.

Quando temos uma conexão de internet mais lenta ou queremos subir imagens para blogs (como é o meu caso), o JPG ou JPEG é o mais recomendado, já que ocupa menos espaço e tem um upload mais fácil.

Porém, o PNG entrega uma qualidade de imagem melhor sem pesar tanto no volume de dados quando comparado com formatos mais avançados ou profissionais.

Por isso, vale a pena dedicar algum tempo para compartilhar cinco coisas que você deve saber sobre os arquivos de imagens no padrão PNG.

 

Por que o PNG é maior que o JPG?

Porque o PNG contém mais dados. E isso acontece porque este é um formato que conserva os dados da imagem original, enquanto que o JPEG comprime os dados para reduzir o seu tamanho.

Aqui, você faz uma troca: se quer uma imagem mais leve para upload e aceita a compressão de dados, vá de JPG; se precisa da qualidade original da imagem mesmo que isso custe mais tempo para o envio, vá de PNG.

 

O PNG admite efeitos de transparência

Uma das principais características do PNG é permitir que parte da imagem seja efetivamente transparente, o que pode ser útil na hora de trabalhar com fotos que contam com elementos com formas irregulares ou para a sobreposição de imagens.

Isso permite que a imagem subjacente seja exibida através das áreas transparentes da imagem superior. Fotógrafos e profissionais de vídeo utilizam essa característica o tempo todo.

 

É um formato que não tem 30 anos de vida

O formato PNG nasceu em 1995, como uma proposta para substituir o formato GIF, que era muito utilizado nas páginas web naquela época.

A ideia era que o PNG fosse mais versátil e eficiente que o GIF, oferecendo um melhor suporte para imagens coloridas indexadas, fundos transparentes e entrelaçados. Quem desenvolveu o formato foi uma equipe de voluntários dirigido por Thomas Boutell.

 

O PNG é relativamente fácil de ser decodificado

Qualquer software de visualização de imagens compatível com o PNG pode decodificar as suas imagens. Por exemplo, o GIMP, o Adobe Photoshop e (o meu preferido) o Irfan View.

Para decodificar um arquivo PNG, basta abrir o arquivo com um desses programas mencionados no parágrafo anterior, e a imagem será exibida na tela, desde que o software consiga entender todas as seções compatíveis com a renderização do formato.

 

Você sabe o que é APNG?

APNG (Animated Portable Network Graphics) ou Gráficos de Rede Portáteis Animados (em livre tradução). Esse é um formato de arquivo específico para armazenamento de imagens animadas, o que amplia as capacidades do formato PNG padrão.

Um arquivo APNG conta com uma série de imagens combinadas para criar a animação que é exibida na página ou no software de visualização. Para isso, o arquivo inclui informações adicionais que especificam como que as imagens devem ser sequenciadas e exibidas ao longo do tempo estabelecido.

Isso faz com que o APNG seja uma forma mais eficiente que o GIF para armazenar animações mais complexas e muito utilizadas na web para diferentes finalidades.


Compartilhe