1Password chegou ao Linux, depois de 10 anos de espera | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia 1Password chegou ao Linux, depois de 10 anos de espera | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Software | 1Password chegou ao Linux, depois de 10 anos de espera

1Password chegou ao Linux, depois de 10 anos de espera

Compartilhe

O 1Password é um dos gestores de senhas mais populares do mercado, e ajuda a salvar a vida de muita gente que tem problemas na hora de lembrar as diferentes senhas salvas em diferentes serviços na web. O serviço estava disponível nos principais sistemas operacionais do mercado: Windows, macOS, iOS e Android… menos no Linux.

Pois é… desde 2010 os usuários Linux esperam pacientemente por uma versão do 1Password para o seu sistema operacional… E agora, isso aconteceu.

Só agora.

Bom… antes tarde do que nunca, não é mesmo?

 

 

 

Disponível… em versão preliminar

 

A Agilebits teve 10 anos para desenvolver uma versão do 1Password para Linux, e não explicou nem por que demorou tanto tempo, muito menos por que só lançou agora. Fato é que a versão alfa do software já está disponível nos repositórios do Ubuntu, e pode ser instalada rapidamente com o apt-get:

 

 

A versão final deve ser lançada no final do ano, mas os mais corajosos já podem testar a versão preliminar. Basta abrir o terminal e digitar sudo apt-get install 1password no Ubuntu e em outras distribuições derivadas.

De forma curiosa, não foram utilizados o snap nem o flatpack para distribuir o aplicativo (pelo menos não nessa fase), e é importante reforçar que o aplicativo ainda não está completo, e muitas mudanças e atualizações devem chegar nos próximos meses.

O aplicativo não é 100% nativo, e usa a biblioteca ring crypto para a codificação de ponta a ponta. O 1Password para Linux conta com modo escuro automático baseado no tema GTK, localizações de rede aberta (FTP, SSH, SMB), desbloqueio com a sua conta de usuário Linux (incluindo o suporte biométrico), ícone para a bandeja do sistema, integração com o X11, atalhos de teclado, exportação de dados, coleções para organizar dados, múltiplas contas com diferentes senhas e vários outros recursos.

Por fim, os responsáveis pelo 1Password também decidiram presentear a comunidade com contas para qualquer pessoa ou equipe que está trabalhando em projetos de código aberto através da iniciativa 1Password for Open Source Projects.

Nada mais justo presentear a comunidade depois de tantos anos de espera. Poucas vezes testemunhamos uma demora tão grande para lançar uma versão de um software para um sistema operacional. Isso mostra como o Linux já teve mais prestígio entre os desenvolvedores, pois ser esquecido no churrasco por 10 anos é para poucos.

 

 

Via Agilebits


Compartilhe