O Uber estaria trabalhando em um sistema para reconhecer quais passageiros entram nos carros em estado de embriaguez, com a ajuda da inteligência artificial.

Uma patente revela a iniciativa, que tem poucos dados revelados. Ao que parece, o principal objetivo do sistema é que os motoristas possam conhecer o estado do passageiro antes de aceitar a corrida. Também permitiria que apenas motoristas experientes ofereçam o serviço aos passageiros nessas condições.

O Uber descreve o sistema que aprenderia de acordo com o modo que os usuários utilizam o aplicativo, identificando quando alguém bebeu algumas a mais. O sistema aplicaria um algoritmo para medir determinadas variáveis, como a forma que o usuário clica em botões ou links, o tempo gasto para pedir o carro a partir do momento em que entra no aplicativo ou a sua velocidade ao caminhar. Outros fatores como a hora do dia ou que se pede um carro também são considerados.

 

 

Outro objetivo da Uber é tentar conhecer os seus motoristas e se eles estão dirigindo bêbados. Leve em consideração que essa situação é uma das principais causadores de acidentes e mortes nas estradas no mundo todo.

Mesmo assim, a empresa pode proibir que pessoas bêbadas compartilhem um Uber com outros passageiros. Também desativaria o UberPool, que permite que aqueles que viajam para locais próximos compartilhem um carro e o custo de transporte.

Por enquanto, não há maiores informações sobre o sistema ou se o mesmo será integrado.

 

Via CNN