Arquivo para a tag: tablet

NVIDIA teria cancelado o sucessor do tablet Shield K1

by

NVIDIA Shield

A NVIDIA teria cancelado o lançamento do sucessor do seu tablet NVIDIA Shield K1.

O Shield K1 foi lançado no meio de 2014, e em 2015 chegou ao mercado uma versão mais econômica. Mas nenhuma das duas chegou a vingar no mercado.

Nas últimas semanas, vários rumores indicavam para um lançamento de um novo e renovado tablet Shield K1 antes do final de 2016, recebendo um chip Tegra X1, uma evolução em relação ao Tegra K1 presente no modelo atual.

A notícia de agora indica que o produto foi cancelado (imagem abaixo mostra carta oficial enviada pela NVIDIA pra a FCC dos Estados Unidos).

Decisões comerciais = NVIDIA não quer mais saber dos tablets

nvidia fcc

 

Esse é um dos mais claros indícios que uma empresa preocupada com os seus resultados financeiros não pode perder tempo com produtos sem forte apelo popular.

Faz todo o sentido, ainda mais se levarmos em consideração que o chip Pascal já esta disponível, e que não deve demorar muito para ver essa solução gráfica em um dos processadores Tegra da NVIDIA, buscando um desempenho e eficiência muito superior ao que oferece o IGPU Maxwell presente no Tegra X1.

Outro fator a ser considerado é o fato do mercado de tablets estar em declínio, e nenhuma empresa quer perder dinheiro dessa e de outras formas.

Via TweakTown

Amazon Fire HD 10 é atualizado, e recebe chassi de alumínio

by

Amazon Fire HD 10

De forma bem discreta (discreta até demais para os padrões da empresa), a Amazon apresentou o seu novo tablet, Amazon Fire HD 10, que apresenta melhoras no seu chassi, acabamento e capacidade de armazenamento.

A Amazon segue ampliando a sua linha de tablets, apesar da clara e crescente queda do segmento nas vendas. A empresa conta com um bem sucedido Fire 7 como principal destaque, já que é o melhor modelo do mercado dentro de sua faixa de preço (abaixo dos US$ 100).

Já o Amazon Fire HD 10 aposta nas melhorias externas e internas, principalmente no seu chassi de alumínio, que oferece uma maior resistência, leveza e um toque premium interessante e bem vindo para muitos usuários. Sua tela IPS se mantém nas 10,1 polegadas (1280 x 800 pixels), e o dispositivo é potencializado por um processador quad-core, alto-falantes estéreo, câmera traseira de 5 MP e câmera frontal 720p.

O novo tablet também recebe uma maior capacidade de armazenamento, oferecendo agora 64 GB (expansíveis via cartões microSD), com uma autonomia de bateria de até 8 horas de uso.

Mesmo com tantas mudanças, a Amazon mantém o preço sugerido adotado no modelo anterior: o Amazon Fire HD 10 custa US$ 229 na versão com 32 GB de armazenamento, e o modelo com 64 GB custará US$ 289. Todos os modelos são gerenciados pelo sistema operacional Fire OS, uma personalização da empresa de Jeff Bezos com base no Android.

ASUS Transformer Book T100HA é oficial

by

ASUS Transformer Book T100HA-03

A ASUS apresentou o seu novo ultrabook conversível ASUS Transformer Book T100HA, que se destaca pelo design muito bem cuidado, além de uma relação custo-benefício muito bem ajustada.

Sua tela IPS é de 10.1 polegadas (1280 x 800 pixels), e recebe um processador Intel Atom X5-8350 quad-core com GPU Intel HD com 12 unidades de execução e 2 GB de RAM DDR3. Conta com capacidades de armazenamento de 64 GB ou 128 GB, suporte WiFi ac, elementos mais que suficientes para garantir um bom nível de desempenho nas tarefas mais comuns (tarefas de escritório, navegação web, multimídia e jogos leves).

Outro ponto forte do ASUS Transformer Book T100HA é a sua aparência externa. O modelo chama a atenção pela sua beleza, sem cometer excessos. É um conversível bonito, prático, leve e que promete oferecer um desempenho que atende bem a maioria dos usuários. Para quem busca maior versatilidade de uso com o sistema operacional Windows 10, este modelo pode ser uma excelente pedida.

ASUS Transformer Book T100HA-05

O ASUS Transformer Book T100HA estará disponível no mercado internacional a partir do mês de agosto, nas cores rosa, cinza e azul. Seu preço inicial sugerido é de 299 euros. Não há previsão de lançamento para o mercado brasileiro… por enquanto.

ASUS Transformer Book T100HA-02 ASUS Transformer Book T100HA ASUS Transformer Book T100HA-04

Via Liliputing

ZTE Spro Plus, um tablet que esconde um micro projetor

by

ZTE Spro Plus-01

A ZTE apresentou na MWC 2016 um novo tablet, o Spro Plus, que possui um completo projetor integrado no seu corpo.

Temos aqui um curioso dispositivo que pode ser qualificado como um 2 em 1, já que é capaz de funcionar como tablet e projetor, uma vantagem que, ao mesmo tempo, implica em uma desvantagem: medidas e peso consideráveis. Mesmo assim, é uma solução interessante, que vem equipada com uma tela touch Super AMOLED de 8.4 polegadas (2560 x 1440 pixels), processador Snapdragon 801, 3 GB de RAM, 128 GB de armazenamento, bateria de 12.100 mAh, conectividades WiFi e LTE (opcional), Bluetooth e Android 6.0 Marshmallow.

ZTE Spro Plus-02

Seu projetor laser é de 500 lúmens e tem uma resolução de 1280 x 800 pixels, sendo capaz de simular uma tela de 80 polegadas a 2.4 metros de distância da superfície. Do mais, conta com dois alto-falantes JBL de 4W de potência, completando suas possibilidades multimídia.

O produto chega ao mercado no verão, mas não teve o seu preço anunciado.

ZTE Spro Plus-03

Via SlashGear

O PC segue como protagonista na indústria dos videogames

by

wasd-games

Um relatório da SuperData revela que os PCs ainda são os dispositivos com maior relevância no mudo dos videogames. Diferente do que muitos imaginavam (acreditando que as pessoas agora jogam mais nos smartphones), o consumo do PC supera de longe tanto os consoles tradicionais como os onipresentes dispositivos móveis.

O estudo mostra como os PCs para videogames “estão supervalorizados”. Diferente do que possa parecer, o protagonismo nas plataformas móveis não é tão evidente, uma vez que os lucros da indústria dos videogames com os PCs são muito maiores, e em 2015 alcançaram os US$ 32 bilhões, contra US$ 25 bilhões arrecadados pelos games móveis.

estudo-games-nos-pcs

Na verdade, as estimativas dos PCs estão até pessimistas, porque não levam em conta as vendas de videogames nas lojas. Pode ser que as vendas sejam marginais, mas nos smartphones são praticamente inexistentes. As coisas são ainda mais chamativas se comparamos essas duas plataformas com os consoles.

Os lucros totais dos 10 jogos mais vendidos nos consoles alcançaram a marca de US$ 2.1 bilhões em 2015, ficando bem longe dos US$ 6.3 bilhões dos 10 jogos mais vendidos no PC, contra US$ 6.18 bilhões dos 10 jogos mais vendidos nas plataformas móveis.

É claro que, em um determinado momento, os dispositivos móveis vão assumir o protagonismo do mercado dos games. Mas até lá, a situação dos PCs segue sendo excelente nesse segmento.

Via ArsTechnicaSuperData

Criar um tablet para os deficientes visuais ainda é um grande desafio

by

kindle-braile

Os sistemas operacionais móveis avançaram e muito em acessibilidade. Porém, smartphones e tablets atuais ainda apresentam barreiras importantes para os deficientes visuais. Conscientes disso, um grupo de pesquisadores da Universidade de Michigan desenvolveram um tablet que é capaz de modificar a superfície da tela para exibir conteúdos em braile.

A tecnologia ainda está em desenvolvimento, mas eles deixam muito claro como eles querem alcançar esse objetivo. por fora, temos um tablet ou leitor de livros eletrônicos como outro qualquer. Por dentro, temos um sistema que é capaz de criar relevo sobre a tela touch em determinados pontos, podendo assim dar forma ao conteúdo em braile.

O vídeo no final do post mostra como hoje há sistemas similares com apenas uma linha, mas além de serem pouco práticos são muito caros, podendo custar até US$ 5 mil. Para os sistemas multilinha atuais, os custos podem alcançar os US$ 55 mil.

Não só isso: por ser um sistema mecânico, o dispositivo teria que alojar milhares de pinos de plástico, tornando o tablet ou leitor muito largo e pesado.

A nova proposta sugere um sistema que, através da inserção de ar, um ponto da tela vai sobressair da superfície touch do dispositivo. Isso faz com que o dispositivo seja mais fino e leve. Além disso, a tela ficaria alinhada com um relevo entre 5 mil e 10 mil pontos. Não só poderia se ler em braile como também representar desenhos, gráficos e outras figuras, algo que os dispositivos atuais não permitem.

A melhor parte é que um leitor com as novas características não custaria mais do que US$ 1.000.

Por enquanto, ainda é uma ideia em fase muito inicial de desenvolvimento, centrado ainda na tecnologia básica do projeto. Ou seja, pode levar anos até que o mercado receba um produto com essas características. Isso é, se alguma empresa decidir apostar nesse conceito.

Lenovo ThinkPad X1 Tablet, um “Surface Premium” com projetor

by

thinkpad-x1-tablet_01

A Lenovo se antecipou à CES 2016, apresentando vários novos produtos. O primeiro deles é o ThinkPad X1 Tablet, um 2 em 1 de alta performance que quer competir com o Surface Pro da Microsoft, o iPad Pro da Apple e os destacáveis da HP.

O ThinkPad X1 Tablet tem uma tela IPS de 12 polegadas (2560 x 1440 pixels), processador Intel Skylake Core m7 com refrigeração sem processadores, até 16 GB de RAM e até 1 TB de SSD com interface PCIe. Inclui também porta USB Type-C, suporte para lápis óticos e módulo de banda larga LTE-Advanced opcional.

thinkpad-x1-tablet_02

O ThinkPad X1 Tablet conta com uma base com teclado e um TrackPoint, que pode receber módulos adicionais para diferentes usos:

– Módulo de Produtividade: até cinco horas a mais de autonomia de bateria adicional (indo para um total de 15 horas), porta HDMI e porta USB 3.0 de tamanho completo.
– Módulo de Apresentação: um micro projetor com porta HDMI.
– Módulo de imagens 3D: utiliza uma câmera Intel REALSENSE 3D para escanear objetos do mundo real em 3D.

Com Windows 10 Pro de 64 bits e acabamento nas cores vermelho, cinza ou preto, o Lenovo ThinkPad X1 Tablet chega ao mercado em fevereiro, e tem preço inicial sugerido de US$ 899. O preço das bases de expansão variam entre US$ 149 e US$ 279.

 

Via LiliputingLenovo

Multilaser M8W, um tablet com Windows 10 e teclado

by

NB193_POS3_RGB

A Multilaser acaba de firmar uma parceria com o Windows para o lançamento do tablet M8W. O produto chega ao mercado com a versão mais atualizada do sistema operacional, o Windows 10.

O M8W é uma ótima opção de dispositivo móvel para aqueles que precisam unir a qualidade de um notebook com a praticidade do tablet. O aparelho possui um design fino, tela de 8.9 polegadas, dual câmera e uma capa nas cores preta ou vermelha com teclado acoplado, que pode ser retirado a qualquer momento.

NB193_POS1_RGB

Além do Windows 10, o M8W da Multilaser já vem com a nova versão do Office 365, que inclui as principais ferramentas para as tarefas do dia a dia, como Word, Excel, Power Point e Outlook. Rápido e com alta capacidade de armazenamento, o tablet conta com memória flash de 16GB e memória RAM de 1GB, além de 65GB no OneDrive.

O dispositivo é ideal para quem curte acessar a internet e estar sempre conectado às redes sociais. Com processador Intel® BYT Quad Core, ele oferece aos usuários uma navegação mais rápida na web e com o menor consumo de bateria. O M8W da Multilaser tem o preço sugerido de R$ 949,00.

Huawei pode ser a responsável por novo tablet Nexus em 2016

by

nexus-family

Rumores indicam que a Google pode voltar a confiar na Huawei para a fabricação de outro dispositivo Nexus, mais precisamente a versão 2016 do tablet Nexus 7.

A Huawei já foi responsável pelo Nexus 6P, modelo que se envolveu em algumas polêmicas, como por exemplo as acusações de plágio vindas da ZTE, o fato dele ser fácil de dobrar e a baixa nota de capacidade de reparo dada pelo iFixit.

O Nexus 7 é um tablet que já tem um certo tempo no mercado, e tudo indicava que a Google não tinha mais interesse no produto depois que a Asus (responsável pelas versões 2012 e 2013 do tablet) abandonou o projeto. Desde então, não temos um novo tablet Nexus no mercado.

Por enquanto, são só rumores, e não há informações sobre características do dispositivo. Caso a Google esteja realmente interessada em um novo Nexus 7, provavelmente teremos que esperar até a Google I/O 2016 para ter todos os detalhes. Especula-se ainda que a Huawei poderia reutilizar materiais adotados no Nexus 6P.

Via Ubergizmo

Mercury, outro tablet que a Microsoft deixou pelo caminho

by

microsoft-mercury

Mais um capítulo que mostra um gadget que não chegou a ver a luz do mercado, e dessa vez, por parte da Microsoft. Foram meses tumultuados durante o processo de aquisição da Nokia, e como consequência, perdemos um promissor Surface Mini. Mas não só ele: um projeto conhecido como Microsoft Mercury também não vingou, e só agora temos imagens e poucos detalhes sobre o mesmo.

O Microsoft Mercury era um tablet com design da família Lumia, e tinha mais pinta de smartphone gigante do que de tablet, principalmente com suas bordas de tela quase inexistentes. Não sabemos até que ponto o projeto estava avançado, mas vale lembrar que o Surface Mini estava concebido até a sua fase final, só faltando chegar ao mercado. Não seria surpresa que esse tivesse um fim similar.

Também não há muito o que contar sobre as especificações técnicas. O Mercury deveria ter uma tela entre 7 e 8 polegadas, com formato panorâmico e câmera na parte traseira (sem flash). Também é possível ver o logo da Microsoft, tal como aconteceu com os últimos modelos Lumia antes da compra da Nokia.

Sobre o sistema operacional, pouco se questiona que seria um produto com Windows 10, já que é a única linha de trabalho possível nos escritórios da Microsoft. Porém, só havia espaço para os tablets Surface. E, com isso, mais um projeto foi abandonado.

Via @evleaks

Surface Book com 1 TB de armazenamento vai custar US$ 3.199

by

microsoft-surface-book-1200

Na apresentação do Surface Book, a Microsoft garantiu que o atraente notebook/tablet teria a opção de incluir uma memória flash de 1 TB, mas não disse quanto teríamos que pagar por isso. Pois bem, a loja oficial da empresa foi atualizada, e a partir de hoje (19), é possível reservar essa versão por US$ 3.199.

Com esse valor, você pode comprar o Surface Book em opção única, com os já citados 1 TB de armazenamento em flash, processador Intel Core i7 de sexta geração (Skylake) e 16 GB de RAM. Convenhamos: é notebook que pode atender a qualquer tipo de usuário, independente do seu nível de exigência.

É evidente que a máxima capacidade de armazenamento não iria sair barata. Por outro lado, não seria nenhum problema se a Microsoft oferecesse esses 1 TB de armazenamento flash em outras versões mais básicas de processador e memória. Também vale destacar que a versão com 512 GB custa US$ 2.699, preço que pode ser considerado um bom negócio quando comparados com a versão de 1 TB, e com uma capacidade de armazenamento que pode atender as necessidades de muita gente.

O Surface Book ainda conta com um prazo de espera de 7 a 8 semanas para a entrega das primeiras unidades. Ou seja, independente da escolha, será necessária uma certa dose de paciência.

Via Microsoft

Conheça os novos notebooks conversíveis da Toshiba

by

Toshiba-notebook-conversível-01

A Toshiba apresentou dois novos notebooks conversíveis, reforçando sua aposta nas soluções híbridas.

O primeiro modelo é o Satellite Radius 12, ultrabook conversível top de linha com tela de 12.5 polegadas (Full HD), com 350 nits de brilho e tecnologia Corning Gorilla Glass NBT. Sua espessura é de 23.5 mm, seu peso é de 1.32 kg e sua autonomia de bateria é de até 8 horas. Sua base giratória de 360 graus pode oferecer até cinco modos de uso diferentes (portátil, tablet, tabletop, apresentação e audiência).

Sua carcaça é de alumínio polido na cor prata, conta com teclado mosaico e retro-iluminado e touchpad de precisão com tecnologia gestual para o Windows 10. No seu hardware, inclui um processador Intel Core i7 de sexta geração, 256 GB de SSD e 8 GB de RAM, além de porta USB 3.1 Type C de 2ª geração (10 Gbps). Seu preço sugerido é de 1.499 euros.

Toshiba-notebook-conversível-02

Já o Satellite Click 10 é um 2 em 1 com tela removível que se transforma de portátil para tablet de forma simples. Orientado tanto para o entretenimento como para a produtividade, conta com uma tela de 10.1 polegadas (1920 x 1200 pixels), com a promessa de 15 horas de autonomia.

Seu peso é de 1.1 kg no modo notebook e 552 gramas no modo tablet, e conta com um processador Intel Atom, 2 GB de RAM, 32 GB de armazenamento eMMC (expansível via microSD de até 128 GB), duas portas USB 2.0 no teclado, e portas microUSB, microSD e microHDMI no tablet. Seu preço sugerido é de 399 euros.