Arquivo para a tag: oled

O impressionante túnel OLED da LG na IFA 2016

by

IFA 2016 LG - LG OLED tunnel

O que você verá no vídeo do final desse post é o impressionante túnel de telas OLED criado pela LG na entrada do seu stand na IFA 2016.

O túnel tem 5 metros de altura, 7,4 milímetros de largura e 15 metros de longitude, onde são utilizados 216 telas OLED curvas de 55 polegadas, criando uma estrutura que exibe 450 milhões de pixels em uma explosão de cores à base de imagens de auroras boreais, ecossistemas submarinos e sequências do espaço profundo.

É uma mostra de sua tecnologia baseada em diodos orgânicos de emissão de luz, que deve ser o novo padrão para os próximos anos. Teremos uma padronização nas telas que serão vistas como televisores ou monitores que podem estar presentes em um grande número de outros produtos.

As telas OLED podem ser dobradas em um formato em formações côncavas ou convexas sem qualquer tipo de distorção na qualidade de imagem, o que permite espetaculares instalações digitais, como o túnel OLED da LG na IFA 2016.

Vídeo a seguir.

 

Philips 901F, uma Smart TV OLED Ambilight com Android

by

Philips OLED 901 Series

A Philips apresentou na IFA 2016 a Philips 901F, uma Smart TV OLED Ambilight com sistema operacional Android.

Philips 901F: principais características

 

Philips OLED 901 Series 04

 

O modelo mais completo é o Philips 901F com tela de 55 polegadas, com suporte HDR, resolução Ultra HD e sistema Android TV. É o primeiro encontro de uma TV OLED com o sistema operacional da Google.

Além disso, a Philips 901 Series marca a introdução da tecnologia Ambilight com as telas OLED, também em uma combinação inédita desses dois recursos.

O mais interessante dessa propostas é que ela elimina de vez a distância com as TVs mais avançadas do mercado, assinada pela LG.

A tela escolhida, oferecida pela LG-Display (10-bit – 17-bit internos) é capaz de oferecer até 99% DCI-P3 WCG na gama de cores, além de ser 100 vezes mais rápida que as TVs LED do catálogo. Além disso, ela usa o motor Perfect Pixel Ultra HD para melhorar a qualidade de imagem por conta da potência de processamento a nível de pixel.

 

Philips OLED 901 Series 02

 

A Philips 901F recebe um sistema de som 6.1 integrado no corpo, capaz de gerar uma potência de 30W.

A Philips 55POS901F chegará ao mercado no final de 2016. Seu preço não foi revelado.

 

Philips OLED 901 Series 03

Novas TVs OLED 4K da LG prometem uma experiência HDR superior

by

OLED_lineup_dec2015630

A LG apresentou na CES 2016 a sua nova família de TVs OLED e LCD.

A nova linha é composta por oito modelos com resolução 4K e vários modelos de LCD (incluindo uma 8K). Há telas curvas e planas, com vários designs e tamanhos. Por exemplo, a série G6 oferece versões de 77 e 65 polegadas, enquanto que a série E6 (foto abaixo) é a mais exclusiva, com design ultrafino, parte traseira em vidro translúcido, bordas quase imperceptíveis e uma barra de som frontal. Estará disponível nos tamanhos de 65 e 55 polegadas.

lg-oled-4k-tv

Estes modelos serão compatível com os conteúdos HDR, com maior contraste de cores que nas gerações anteriores, graças à tecnologia HDR Pro. A linha 2016 é a primeira a suportar todos os formatos HDR (incluindo o HDR10 e o DolbyVision), e tudo indica que também levarão a nova certificação Ultra HD Premium.

Sobre o sistema operacional, as novas TVs já contam com o novíssimo webOS 3.0, com um acesso mais cômodo à internet, compatibilidade com vídeos HDR do YouTube, entre outros. Porém, a linha 2016 não conta com preços e datas de lançamento, mas alguns modelos devem chegar ao mercado durante o primeiro trimestre de 2016.

Samsung e LG Display seriam os provedores das telas OLED nos futuros iPhones

by

tela-oled-iphone

Um rumor que começa a ganhar força com o passar do tempo. A Apple estaria próxima a fechar um dos acordos mais importantes relacionados com o futuro do iPhone, que deixaria de lado o uso das telas LCD para adotar as telas OLED, que seriam distribuídas pela Samsung e LG.

De acordo por fontes citadas pelo Electronic Times da Coreia, a Apple está na fase final para fechar o acordo de fornecimento das telas OLED, com Samsung e LG Display sendo os únicos provedores das telas dos futuros iPhones. A informação coincide com o que foi publicado pelo Nikkei em novembro, que informava que a Apple migrará para as telas OLED no iPhone em 2018.

Vale lembrar que, hoje, a Apple trabalha com a LG nas telas do Apple Watch, sendo este o único dispositivo da empresa a utilizar telas OLED. Há quem diga que a LG possui um acordo de exclusividade, sendo o único provedor das telas OLED do próximo Apple Watch.

Soma-se a isso o fato que LG e Samsung investirem mais de US$ 12.8 bilhões para aumentar a capacidade de produção OLED durante os próximos três anos. O que também coincide com a informação do recente anúncio da LG e sua nova fábrica OLED de US$ 8.7 bilhões.

Um ponto curioso dentro de tudo isso: as fontes indicam que a Apple provavelmente está apoiando esses investimentos, como uma parte importante da negociação, além da garantia do fornecimento para os seus dispositivos.

Via Reuters

LG vai duplicar opções de TVs OLED em 2015

by

lg-oled-01

A LG Electronics (LG), fabricante da primeira TV OLED 4K do mundo, apresentou quatro novas TVs OLED na IFA 2015 em Berlim. Entre os modelos estão TVs OLED 4K de 65 e 55 polegadas (modelos 65/55EF9500 com HDR e o 55EG9200) e uma TV OLED curva (modelo 55EG9100).

O modelo EF9500 apresenta a primeira tela OLED plana com resolução 4K, enquanto os modelos curvos OLED Full HD 55EG9200 e 55EG9100 têm a impressionante espessura de 4,8mm. Ao ampliar em 2015 sua linha de TVs OLED, que inclui nove modelos com ampla gama de resoluções e tipos de frames, a LG quer mostrar seu compromisso em disponibilizar para mais consumidores a incomparável experiência de uma TV OLED.

A tecnologia de telas OLED da LG garante que as imagens sejam exibidas em preto perfeito e cor perfeita. É isso que faz da tecnologia OLED a opção ideal para conteúdo HDR, pois só o painel OLED é capaz de exibir o preto absoluto, o que dá aparência ainda mais impactante à cores vivas do HDR. As TVs de OLED conseguem transmitir a faixa de luz HDR necessária com menor pico de brilho, o que resulta em uma experiência incrível, além de mais confortável, para o espectador. Além disso, as TVs OLED LG com capacidade HDR permitem que consumidores assistam a conteúdo de parceiros em streaming, bem como de fontes externas.

E as inovações da nova linha LG não param por aí: o design também foi aprimorado. É difícil acreditar que uma TV possa ser tão fina – o ponto de menor espessura dos modelos EG9200 e EG9100 é mais fino do que qualquer smartphone disponível atualmente no mercado. A base transparente também favorece a experiência do espectador, pois reduz a poluição visual em volta da tela.

Além disso, as bordas finíssimas são quase invisíveis, fazendo com que as imagens pareçam ir além dos limites da tela. As opções curvas e planas garantem uma opção adequada de TV OLED para todos os tipos de ambiente.

Todas as TVs OLED 4K da LG vêm com webOS 2.0, a última versão da plataforma proprietária para smart TV da empresa. Com interface de usuário e recursos aprimorados, o webOS 2.0 simplifica a navegação na smart TV, que fica mais intuitiva. Além disso, essa versão tem tempo de inicialização reduzido e permite que usuários personalizem os menus da barra de inicialização, facilitando mais do que nunca o acesso ao conteúdo favorito.

As caixas de som das TVs OLED 4K da LG foram desenvolvidas em parceria com a Harman Kardon para garantir qualidade de som insuperável às impecáveis imagens OLED 4K.

As novas TVs OLED 4K da LG estarão disponíveis a partir do final de agosto na Alemanha, Coreia, EUA e Reino Unido. Nos meses seguintes, os produtos serão lançados em mercados selecionados. Tanto o modelo EG9100 e o modelo EG9200 serão lançados no Brasil no último trimestre do ano. Os visitantes da IFA 2015 devem visitar o stand da LG, no Hall 18 da Messe Berlin, de 4 a 9 de setembro, para conferir os novos modelos de TV OLED.

LG apresenta as primeiras TVs OLED, 4K e HDR do mercado

by

LG4K

A LG anunciou as novas TVs que estarão em exibição na IFA 2015 de Berlim, e como esperado, temos altas doses de tecnologia em telas grandes.

A empresa deixa um pouco de lado as curvas nos modelos 55EF9500 e 65EF9500, de 55 e 65 polegadas respectivamente. São as primeiras TVs OLED com resolução 4K do mercado que incluem a tecnologia HDR (High Dynamic Range), tão conhecida dos aficcionados por fotografia, que nas TVs oferece uma melhor nitidez de imagem, nível de detalhe, contraste e tons negros mais profundos.

Por enquanto, o conteúdo nativo para essa tecnologia é escasso, mas gigantes como Netflix e Amazon já anunciaram planos para transformar o 4K em padrão nos seus conteúdos, sem falar nos novos Blu-ray UltraHD que estão chegando. Fiquem de olho no HDR, pois esse pode ser o próximo mantra nas TVs top de linha dos próximos meses.

Do mais, as novas TVs OLED da LG oferecem um design ultrafino (4.8 mm) e não curvado, uma nova porta HDMI 2.0a, alto-falantes integrados da Harman Kardon e sistema operacional webOS. Mas ainda que a tecnologia OLED siga se barateando, o custo dessas TVs de última geração ainda não é para todos: US$ 5.500 e US$ 7.000, para os modelos de 55 e 65 polegadas, respectivamente.

Via ArsTecnhica

Telas OLED: a aposta definitiva da LG

by

lg-oled-01

Depois da passagem do 3D pelas nossas vidas televisivas, nos últimos anos é o 4K e as telas curvas as características que os fabricantes mais enfatizam nas novas linhas de televisores. Em um segundo plano, ficam as telas e suas respectivas tecnologias.

Nesse sentido, a principal batalha ocorrida recentemente foi entre o plasma, o LCD e a OLED. Depois, LCD e OLED ficaram soberanas, e a LG decidiu que a sua aposta definitiva será na tecnologia OLED. A empresa anunciou que em 2018 eles vão investir quase US$ 9 bilhões para liderar o desenvolvimento da tecnologia OLED, independente do parecer de outros fabricantes.

O preço da tecnologia ainda é o principal obstáculo para a sua popularidade, e no aspecto técnico, as telas LED se tornaram sérios concorrentes a partir desse ano, com a inclusão dos nanocristais. Mesmo assim, a escolha da tecnologia OLED como principal baluarte na divisão de telas da LG não é algo que surpreende. Sua linha de TVs está fortemente baseada nessas telas, e em seus smartphones, eles são os que mais apostam nesse tipo de tela.

lg-oled-02

A flexibilidade, consumo e possibilidades de design são os principais argumentos nessa aposta, não só para os smartphones mas também para os televisores. A LG já trabalha forte para conseguir colocar no mercado telas OLED flexíveis, e todo o investimento será destinado para telas de TVs, smartphones, carros e wearables. Seu principal objetivo é se adiantar ao mercado, se posicionando tanto na cota de mercado como na tecnologia e fabricação. Desse modo, eles poderão compensar as perdas globais da empresa na divisão de telas LCD.

Via Reuters

Samsung aposta no OLED para reduzir queda nas vendas

by

650_1000_noteedgepen

A Samsung Display vai investir US$$ 3.6 bilhões na criação de telas OLED para dispositivos móveis. A empresa é a principal promotora dessa tecnologia, mas agora eles querem dar um impulso maior, com o objetivo de utilizá-la em seus produtos, mas também vender essas telas para terceiros.

A nova linha de produção de telas OLED começa a funcionar em 2015, e o investimento será feito ao longo dos próximos dois anos. Analistas de mercado apostam na criação de telas curvas, que hoje são usadas no Galaxy Note Edge e produtos similares – Galaxy S6, talvez -, mas também para a produção de telas para outros fabricantes.

Pode ser o início de um novo caminho no design dos dispositivos móveis, e pouquíssimas empresas estão capacitadas para criar telas curvas/flexíveis em grande quantidade. A Samsung se prepara para ser o fornecedor de todos que quiserem apostar nessa nova proposta de design.

 

Fabricar mais chips

Já sabemos que outro segmento importante da Samsung é a criação de chipset para terceiros (Apple, por exemplo). Tudo indica que a próxima geração de processadores para os futuros iPhones voltarão a ser fabricados pelos coreanos, que tem assim mais uma grande fonte de ingressos que pouco tem a ver com a venda de smartphones.

Seja para a Apple ou para outros fabricantes, ou para consumo interno, a Samsung tem planificado criar ainda em 2015 uma nova fábrica de produção de processadores, que estará completa na segunda metade de 2017.

 

LG quer o OLED para as TVs

A Samsung não é a única empresa na Coreia do Sul que quer fazer mais dinheiro dentro da tecnologia OLED. A LG também quer ser mais rentável, e para isso, vai investir US$ 1 bilhão em uma nova fábrica que vai produzir telas para a TVs. A fábrica que receberá as melhorias está em atividade desde novembro de 2014.

Via YonhapReuters

Telas OLED (flexíveis?) nos futuros iPhones

by

iphone_6_iphone_6_plus

O diário japonês Nikkan Kogyo Shimbum revela um dado interessante, que pode afetar o futuro da tecnologia de telas do iPhone e Apple Wacth. A Apple contratou os serviços da Foxconn para fabricar telas OLED para os seus próximos dispositivos.

A produção deve começar no final de 2015, o que leva a crer que o próximo iPhone a ser apresentado esse ano segue utilizando uma tela LCD. Porém, a chegada dessa tecnologia faz sentido por outra perspectiva: a possibilidade de dispositivos com tela curva.

Algumas patentes da Apple apontam para essa possibilidade, e a notícia do início da produção de telas OLED para os próximos iPhone e Apple Watch reforçam essa teoria.

Não faz muito tempo que várias fontes indicaram que a Foxconn e sua subsidiária Innolux investiram US$ 2.6 bilhões em uma fábrica que ofereceria componentes para um único cliente, o que pode ser mais um indício da existência desse acordo exclusivo entre Apple e Foxconn.

Via BGR

CES 2015 | LG te deixa escolher: TV curva, plana ou os dois, mas sempre com OLED 4K

by

lg-tela-curva-oled-4k-ces-2015

OLED é a palavra de ordem na CES 2015, e a LG só é mais uma que confirma isso. Seus novos modelos avançados de TVs para esse ano incluem até sete telas entre curvadas, planas e híbridas. Mas em todos os casos, independente do tamanho (entre 55 e 77 polegadas), todas são TVs OLED, na resolução 4K (UHD).

Sem preços ou datas de disponibilidade, a tecnologia OLED ainda não se tornou popular entre os fabricantes (a LG é praticamente a única que promove essa tecnologia entre as gigantes do setor), mas o que podemos adiantar é que, se você pensa desde já em um dos novos televisores OLED da LG, o preço a ser pago será alto demais para o mercado do consumo global.

650_1000_lg-webos

O modelo mais caro será o mais completo, o LG EG9900 de 77 polegadas, que é capaz de se transformar em tela curva ou plana na hora que o usuário quiser. Inclui também um processador de 10 núcleos e som Harman/Kardon, e será gerenciado pelo sistema operacional WebOS 2.0, que promete uma interface mais simples, rápida e personalizável, tanto por parte do consumidor, como de forma automática pelo sistema.

CES 2015 | LG apresenta várias TVs OLED 4K (planas, curvas e flexíveis)

by

EG9900+(A)_1_thumbnail

A LG apresentou na CES 2015 a segunda geração de TVs OLED 4K, que chegarão ao mercado ao longo desse ano. São modelos para todos os gostos, diferente do ano passado onde as telas curvas dominaram os stands da sul-coreana.

Dessa vez, temos modelos planos para oferecer alternativas para quem não quer chocar muito na estética de sua sala. O modelo top de linha é o 77EG9900, com 77 polegadas, e tem a peculiaridade de ser flexível, permitindo um posicionamento plano ou curvo.

LG_4K_OLED_TVs_fb

Os outros seis modelos estão disponíveis em versões de 55, 66 e 77 polegadas, tanto na versão plana como curva. Todas as novas TVs contam com a nova interface webOS 2.0. Seus preços não foram revelados, mas apenas como referência: o modelo 4K de 77 polegadas apresentado em 2014 custava nada menos que US$ 10 mil.

LG lança no mercado internacional a sua primeira TV OLED com resolução 4K

by

lg-77-4k-oled-tv-03-1

A LG anuncia a chegada ao mercado das suas novas TVs OLED Ultra HD 4K (3.840 x 2.160 pixels), com telas curvas e alta tecnologia. Os modelos com telas de 77 e 65 polegadas ainda contam com preços considerados proibitivos para a maioria dos usuários, mas ao menos são novas opções dentro de um segmento que busca se consolidar.

O modelo com tela de 65 polegadas tem preço sugerido de US$ 7 mil, enquanto que a versão de 77 polegadas custa aproximadamente US$ 12 mil. Ou seja, não é para os meros mortais, e é o preço que se paga pelas inovações aplicadas em um produto top de linha.

Vale destacar que as novas TVs da LG contam com sistema de som Ultra Surround da Harman Kardon, sistema operacional webOS, e todo o potencial de fazer aquilo que a tecnologia de Plasma não conseguiu: acabar com o domínio das telas de LCD/LED. Isso, na opinião da própria LG, que fique claro.

As novas TVs de 77 polegadas (77EG9700) e 65 polegadas (65EC9700) já podem ser reservadas na Coreia do Sul. Mercados da Europa e dos Estados Unidos receberão o produto em um momento posterior. A LG promete dar mais detalhes sobre os produtos durante a IFA 2014, assim como apresentar os novos monitores curvos no formato 21:9 e outros produtos da empresa.

lg-77-4k-oled-tv-02-5b20140822165205964-5d-1-1 lg-77-4k-oled-tv-01-1

Via LG

TV 4K OLED de 65″ da LG pode chegar em setembro, por US$ 6.999

by

LG-OLED-TV-77-580

Segundo a informação publicada pelo site HD Guru, a TV 4K OLED de 65 polegadas da LG pode chegar ao mercado internacional em setembro, com um preço oficial recomendado de US$ 8.999, mas com preço mínimo sugerido de prováveis US$ 6.999, depois de passar por ajustes da UPP (política de preços unilateral).

Isso quer dizer que os clientes internacionais poderão adquirir essa tela pelo valor mínimo em algumas das lojas que fazem parte dessa regra (se tiverem sorte, é claro). Os custos são para o mercado norte-americano, e pode ser um indício do quanto ele pode custar em outros mercados. Não há previsão de lançamento para o Brasil.

Enquanto isso, comece a pensar na reforma de sua casa para receber essa preciosidade tecnológica.

Via HD Guru

LG nos promete um futuro com TVs 4K com telas enroláveis e transparentes

by

pepperflexible-rollable-oled-02mat800-1

Apesar de meio mundo estar concentrado nas TVs 4K nesse exato momento, a LG não se esquece que ainda existe um bom potencial a ser explorado dentro da tecnologia de telas flexíveis. A empresa já ofereceu uma boa amostra do que está por vir com o seu LG G Flex, mas o grande salto nesse aspecto está mesmo no setor de TVs. Para ilustrar melhor os seus progressos, eles anunciaram hoje (10) uma nova tela flexível OLED de 18 polegadas, que é capaz de se enrolar ao ponto de entrar em um tubo de 3 centímetros de diâmetro.

O protótipo possui uma resolução de 1200 x 810 pixels, e possui uma capa de poliamida (no lugar do plástico) na parte traseira, que oferece uma maior flexibilidade à tela, além de oferecer uma menor espessura.

In-Byung Kang, vice-presidente sênior e responsável pelo departamento de pesquisa e desenvolvimento da LG Display, afirmou que para 2017, a LG tem em desenvolvimento uma tela Ultra HD OLED flexível e transparente de mais de 60 polegadas, que poderá estar presente nos televisores em até quatro anos.

peppertransparent-oledmat800-1

Além de mostrar ao mundo essa impressionante tela flexível, a LG também aproveitou a oportunidade para mostrar os seus avanços no segmento de telas transparentes. Na foto acima, você vê o último protótipo da empresa, que tem o triplo de transmitância que as telas atuais, oferecendo uma imagem mais nítida e mais definida.

E então? Já está preparado para enrolar a sua TV em um futuro não muito distante?

pepperflexible-rollable-oled-01mat800-1

Via VentureBeat

Sony vai abandonar desenvolvimento de telas OLED em favor do LCD 4K

by

sony-oled

Segundo conta o periódico Nikkei, a Sony decidiu não mais se dedicar ao desenvolvimento de telas OLED, tecnologia mais cara e menos midiática para os japoneses, e vão focar os seus esforços nos televisores 4K/UHD de LED.

A decisão é considerado um passo lógico, ainda mais depois de abandonar a parceria com a Panasonic para desenvolver a tecnologia OLED de forma conjunta, ao ver que não era algo tão econômico fabricar esse tipo de televisores. A tecnologia sucumbiu diante das telas 4K/UHD, com maior visibilidade  e mais baratas. A CES 2014 foi a prova definitiva da aposta da Sony, já que essas telas são mais rentáveis para a empresa, e com maior potencial de interesse para os consumidores.

De fato, as telas 4K já representam quase a metade do catálogo principal de produtos da Sony (telas de grande tamanho), diante da pouca acolhida dos seus equipamentos OLED, os televisores UHD geram algum dinheiro para os japoneses, já deixando alguma margem de lucro, em um segmento de não para de crescer, representando 20% da cota mundial de TVs.

Agora, a tarefa mais complicada é resignar postos de trabalho e ajustar o seu negócio com uma redução de 20% nos funcionários de sua divisão de eletrônicos de consumo.

Via Nikkei