Arquivo para a tag: Nest

Nest mostrou por acidente o Google Pixel em vídeo

by

nest-google-pixel

No dia 4 de outubro, a Google vai realizar um evento onde esperamos conhecer os novos smartphones Google Pixel e Google Pixel XL. Porém, a Nest decidiu queimar a largada com um anúncio publicitário exibido em Amsterdã (Holanda), onde um dos novos smartphones de Mountain View é visto.

O vídeo publicado pelo Android Police mostra um dispositivo parecido com as imagens vazadas nas últimas semanas. Os smartphones Google Pixel contarão com cristal nas partes frontal e traseira (combinado com alumínio), um design bem particular e característico que é visto no modelo do vídeo.

 

Os detalhes chamam a atenção

Também é possível ver o sensor fotográfico no canto esquerdo da parte traseira, assim como um alto-falante, a câmera frontal e o sensor de luz ambiente na parte frontal, itens também vistos nos rumores.

Evidentemente, a semelhança entre o smartphone do anúncio e os vazamentos anteriores não é o suficiente para garantir em 100% que o modelo do vídeo é um Google Pixel.

Porém há muitas possibilidades, dadas as coincidências, e pelo fato de ser um vazamento de uma propaganda da Nest, ou seja, ela chegou ao ar antes do tempo.

A seguir, o vídeo em questão. Fique atento aos segundos 9 e 17 da reprodução. E em algumas semanas vamos eliminar todas as dúvidas.

 

 

Via 9to5googleAndroid Police

Carros autônomos: o novo desafio da Ford em Silicon Valley

by

ford-silicon-valley

A Ford tem um novo centro de pesquisa e inovação, e um claro objetivo em mente: explorar os veículos autônomos. A montadora anunciou que uma nova equipe de trabalho vai para Palo Alto (Silicon Valley) para trabalhar nas áreas de conectividade, mobilidade, automóveis autônomos e Big Data, com o objetivo de ser no final do ano um das empresas líderes na inovação em automóveis da região.

Serão 125 especialistas trabalhando em vários tipos de projeto que estão relacionados com os veículos capazes de se conduzir sozinhos, uma área onde também estão envolvidas as universidades de Michigan, Stanford e o MIT.

Automated Fusion Hybrid Research Vehicle

Os testes acontecerão com um Ford Fusion Híbrido Autônomo (foto acima), um modelo de testes onde serão testados novos modos de previsibilidade de rota e reconhecimento de sinais. Eles também vão desenvolver melhor o sistema de conectividade, com o Ford SYNC em sintonia com o Nest.

Desta forma, é possível gerenciar de forma mais eficiente a energia da casa, fazendo com que o carro se comunique com o termostato, ativando o modo ‘estou fora de casa’, reduzindo assim o consumo de energia do lar. Quando o carro se aproximar da residência, o sistema ativa o dispositivo para – por exemplo – aumentar a temperatura ou acionar as lâmpadas. Do mesmo modo, em caso de emergência, o Nest Protect pode alertar o Ford SYNC para que o motorista seja avisado que algo está errado na casa.

Esperamos que os avanços não demorem a chegar nos automóveis da Ford, trazendo boas e interessantes notícias direto de Silicon Valley.

Não haverá Google Glass até que o CEO da Nest reinvente o produto

by

google-glass

Até agora, para poder ter um Google Glass, era preciso fazer parte de um interminável programa de desenvolvedores, e desembolsar US$ 1.500 para adquirir um desses óculos futuristas. Mas tudo isso vai acabar no próximo dia 19 de janeiro.

Segundo a Fortune, a Google dará por finalizado o seu experimento, e não fará novas unidades dos óculos. Para ninguém. O motivo é o início do desenvolvimento do dispositivo final, confirmando assim que a versão Explorer não era nada além que uma versão de testes, para que se pudesse iniciar a trabalhar no produto e no seu ecossistema.

O que mais chama a atenção nesse caso é que a pessoa que vai comandar essa nova etapa do Google Glass será Tony Fadell, co-fundador da Nest, empresa conhecida pelo seu famoso termostato, e que foi comprada pela Google por US$ 3 bilhões no ano passado.

Provavelmente Tony seja a pessoa mais adequada, já que foi da sua empresa que saiu produtos realmente inovadores, podendo assim tirar o melhor proveito para o futuro Glass. Ainda mais que essa primeira versão foi se definhando aos poucos, até chegar em um ponto que a privacidade (ou falta dela) acabou afetando o sucesso do produto.

É uma mudança muito importante para o Glass e para outros projetos que a Google está dando uma maior atenção, como por exemplo, o Project Ara.

Via Fortune