A neutralidade da rede nos Estados Unidos se recusa a morrer.

Uma iniciativa lançada na semana passada por um grupo de senadores democratas resultou em uma votação forçada para manter as regras impostas pela gestão de Barack Obama, detendo as mudanças propostas pela FCC em dezembro de 2017.

A votação realizada ontem (16) teve como resultado 52 votos a favor da manutenção das regras, e 47 votos a favor da FCC. Logo, a neutralidade da rede nos Estados Unidos segue viva pelo menos até 2019.

Em janeiro de 2019, terá uma nova votação na câmara dos representantes, e lá os esforços terão que ser maiores, pois são necessários 218 votos para manter a neutralidade da rede. Até o momento, a iniciativa tem 161 votos comprometidos dos representantes do Partido Democrata.

A medida de ontem dá algum tempo para ativistas seguirem com seus esforços para evitar que as ideias de Ajit Pai e da FCC entrem em vigência.

Obviamente, Ajit Pai não ficou muito feliz com essa decisão, mas confia que o fim da neutralidade será aprovada.

Sinceramente? Espero que não.

 

Via Gizmodo, Engadget