mensagens de voz - Mensagens de voz é a tendência, aposentando as mensagens de texto

A comunicação por áudio ganhou relevância nos últimos tempos, e todos nós fazemos parte disso, seja quem manda ou quem recebe. Mas nem todos sucumbiram aos seus encantos. As notas de áudio é mais um item da tecnologia moderna que divide opiniões: ou você ama, ou você odeia.

As mensagens instantâneas nasceram com o SMS, até que veio o WhatsApp para iOS em 2009, que mudou tudo. A chegada do app de mensagens instantâneas ao Android em 2010 fez com que ele ganhasse a popularidade que testemunhamos hoje.

As notas de áudio chegaram ao WhatsApp em 2013, e todos os principais serviços de mensagens instantâneas do mercado atual (Telegram, Facebook Messenger, etc) permitem o envio de notas de áudio, com melhorias que facilitam o seu uso.

Por outro lado, algumas ferramentas permitem a transcrição das mensagens de voz para texto e, dessa forma, os fãs e os detratores das notas de áudio podem viver em harmonia, uma vez que você pode enviar a mensagem por voz e o seu interlocutor pode receber como texto.

As mensagens de áudio está ganhando muita importância, deixando quase em segundo plano a função original dos apps de mensagens instantâneas, que por sua vez deixaram em segundo plano as chamadas telefônicas. Se bem que muitos usuários a utilizam para enviar mensagens específicas em momentos pontuais, enquanto que outros já fazem das notas de áudio como um modo sistemático de se comunicarem com o mundo.

Para quem optou as mensagens de áudio como uma rotina, a maioria afirma que o objetivo é não perder a atenção sobre outras coisas que está fazendo naquele momento. Já outros entram no sistema porque todos os contatos mandam áudio, por ser mais rápido e permitir falar pelas ruas sem correr o risco de ser atropelado.

Alguns usuários recorrem ao áudio para contar algo de forma mais rápida para aquelas pessoas que aceitam receber os áudios. Tem muita gente que ainda não apreciam tal formato de mensagem. Mesmo porque tem gente que abusa do recurso, praticamente gravando um podcast, com um conteúdo que poderia ser registrado em 10% do tempo utilizado.

Porém, goste você ou não, fato é que as mensagens de voz em apps de comunicação instantânea chegaram para ficar. Gera a natural divisão entre os usuários, mas é algo irreversível. O mesmo aconteceu quando o próprio celular apareceu: me lembro de algumas pessoas afirmando que jamais teria um. Hoje, não é incomum ter pessoas com dois celulares no bolso.

Logo, nunca diga “dessa água eu não beberei”.